O mercado de cacarecos antigos para fãs nostálgicos sempre chamou a atenção em leilões tecnológicos, principalmente porque não faz tanto tempo assim que as máquinas que fizeram a história de companhias atualmente gigantes estavam rodando por aí. E agora, com a Apple sendo a primeira empresa a chegar ao patamar de US$ 1 trilhão de valor de mercado, tem muita gente tirando suas raridades do baú.

Dois novos leilões oferecem o que seriam dois protótipos do primeiro iPhone. A duas unidades do “iPhone 2G”, a versão 1.1.1, teriam feito parte da leva de aparelhos que passaram por um bom tempo sendo testados pelos engenheiros da Apple.

O primeiro foi anunciado na segunda-feira (27), por um vendedor de Portland, nos Estados Unidos, com imagens que mostram mais informações sobre Bluetooth, WiFi e bandas GSM. A descrição diz que o dispositivo seria de 2006 e traz capacidade de armazenamento de 8 GB, com câmera de 2 MP e tela de 3,5 polegadas.

Até agora, faltam pouco mais de 8 dias para o término das ofertas e o lance atual, na tarde desta quarta-feira (29), ultrapassou os US$ 16,5 mil (pouco mais de R$ 68 mil). O objeto chegou a estar à venda em 2015 e a ser arrematado por US$ 61 mil, mas, por motivos desconhecidos, sua venda não foi aprovada e, portanto, ele não pôde ser enviado ao comprador.

Já o segundo não vai à leilão e está à venda para quem quiser comprar, por “apenas” US$ 5 mil (R$ 20,6 mil). As características são bem semelhantes ao primeiro, mas com todos os seus dados de especificações escritos à mão e colado na traseira. O dono da peça mora em Edimburgo, no Reino Unido, e o anúncio, que passou a valer na quinta-feira passada (23), encerra em 13 dias.

Não dá para atestar a legitimidade dos produtos e há um problema com relação à comercialização dos produtos. Como eles seriam propriedade da Apple, pois não são versões comerciais, a própria companhia poderia barrar a venda — isso já aconteceu no passado com outros protótipos e a Maçã obrigou o eBay a remover as ofertas.

E aí, acham que se tratam dos verdadeiros protótipos? E se são verdadeiros, será que os donos vão conseguir passá-los para frente? É o que veremos até o encerramento desses anúncios.

Cupons de desconto TecMundo: