A ARM publicou o seu plano de lançamentos futuros em seu site oficial e, sem qualquer falsa modéstia, promete superar a Intel já em 2019. A companhia destaca o avanço do Cortex-A76, que quase iguala o desempenho do Core i5-7300U apesar de consumir menos energia, e garante que os modelos de 2019 e 2020 serão ainda melhores.

É a primeira vez que a empresa divulga esse tipo de roteiro e, até aqui, as coisas parecem bem promissoras. O processador de codinome “Deimos” será lançado em 2019, mas já chega aos parceiros da ARM neste ano com litografia de 7 nm e baseado na tecnologia DynamIQ. O conjunto, garante a fabricante, entregará um aumento de 15% no desempenho computacional das máquinas.

Na mesma tendência, o processador de codinome “Hércules” chega aos parceiros em 2019 e ao mercado no ano seguinte. Este modelo também é baseado na DynamIQ, mas aprofunda ainda mais a evolução dos processadores ARM com litografias de 5 nm e 7 nm e melhoria de 10% na eficiência energética.

ARm

A ARM não leva em conta os processadores Intel de oitava geração para fazer o seu comparativo, mas divulga um gráfico no qual projeta um avanço bastante significativo nos anos seguintes em comparação com a rival. Independentemente de quem estará na ponta do ranking de performance nos próximos anos, tudo indica que a briga será cada vez mais acirrada.