O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan afirmou ontem (14) que os turcos devem boicotar os produtos eletrônicos fabricados nos Estados Unidos e que convocou a população a trocar seus iPhones por aparelhos da Samsung ou pelos locais Vestel Venus. A retaliação é uma reação às sanções comerciais impostas pelo presidente Donald Trump, que aumentou os impostos sobre alumínio e aço.

"Vamos boicotar os produtos eletrônicos dos Estados Unidos e produzir todos os produtos que estamos importando do exterior, com moeda estrangeira aqui, e nós seremos os que exportam esses produtos. Se eles têm iPhones, por outro lado existe a Samsung. E temos o nosso próprio Vestel", afirmou, no discurso em Ancara. Ele classifica a medida dos ianques como “ataque econômico” e os acusa de “esfaquear a Turquia pelas costas”.

Os Estados Unidos cobram da Turquia a libertação do pastor evangélico norte-americano Andrew Brunson, acusado de terrorismo e espionagem. Esse impasse não somente levou à queda das bolsas de valores em vários países como também afetou o preço do dólar no Brasil — em seguida o mercado voltou a se estabilizar.

turquiaO presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan

Enquanto isso, a companhia Vestel, famosa por montar de smartphones a TVs e outros eletrodomésticos, vê nessa crise uma chance de prosperar. Suas gigantes instalações na “Vestel City” possuem mais de 16 mil empregados. Contudo, mesmo com o apoio de Erdogan, há dúvidas sobre o crescimento, pois a moeda do país está em queda e há dúvidas sobre ele conseguir se manter no poder.

Cupons de desconto TecMundo: