A Intel apresentou um novo SDD focado no mercado de data-centers chamado “D5-P4326”. O mais interessante do aparelho é que ele consegue armazenar 32 TB de dados em um formato que lembra muito uma régua de 30 cm. A empresa explica que, construindo o SSD dessa forma, ele requer apenas metade do fluxo de ar gelado para ser resfriado adequadamente na comparação com um SSD comum.

Contudo, a comparação mais interessante é com HDs. Esses SDDs em forma de régua da Intel consomem apenas 10% da energia necessária para fazer um disco rígido de mesma capacidade funcionar. Os aparelhos da Intel também ocupam somente 5% do espaço físico que esses mesmos discos rígidos ocupariam para guardar 32 TB de dados.  A empresa afirma que é possível parear 32 unidades desse aparelho em apenas um slot de servidores para obter 1 petabyte de armazenamento.

intel ssdNovo SSD da Intel tem formato de régua para maximizar dispersão de calor e economizar com resfriamento ativo

No que diz respeito à construção, a Intel explica que os D5-P4326 foram produzidos usando a tecnologia 3D NAND, que permite empilhar módulos de memória uns sobre os outros em camadas finas em vez de posicioná-los sempre horizontalmente. Ao todo, cada chip tem 64 camadas de núcleos de memória.

Segundo a Intel, esse tipo de processo, combinado com o formato de régua do aparelho, é desenvolvido justamente para eliminar os custos com refrigeração de grandes data-centers. “Na maioria dos data-centers de hoje, o maior custo de todos é o ar condicionado para manter os servidores resfriados. Essa é uma das razões pelas quais das maiores empresas que trabalham com nuvem estão planejando usar o SSD em forma de régua em suas operações”, disse a Intel em comunicado oficial.