Todo mundo que acompanha de perto do mercado de celulares conhece bem o que aconteceu com as baterias do Galaxy Note 7, dois anos atrás: problemas com o tanque causaram estardalhaço mundo afora, com inúmeros casos de explosão. A sul-coreana passou um ano inteiro se desculpando pela falha e até mesmo realizou recall e recondicionamento do aparelho. Agora, às vésperas do lançamento do Galaxy Note 9, a companhia parece ter superado de vez os incidentes, tamanha a confiança na carga do novo dispositivo.

Isso fica bem evidente em seu mais recente comercial. A empresa exibe algumas ocasiões em que o usuário precisa do smartphone e fica sem energia. E aí a Sammy diz “A bateria não consegue te acompanhar? Muita coisa pode mudar em um dia”, anunciando o evento de lançamento do Galaxy Note 9, no dia 9 de agosto.

Confira abaixo:

Rumores apontam para uma capacidade de respeito, de 4000 mAh, maior do que os 3500 mAh do Galaxy Note 7 e os 3000 mAh do Galaxy Note 8. Aliás, isso deve ser um dos maiores destaques do produto e grande diferencial em relação ao Galaxy S9+.