Já falamos por aqui sobre o Kuri, um simpático robozinho caseiro que faria as vezes de assistente digital com um pouco mais de “jeitinho” — sua feição com olhos expressivos e a capacidade de se movimentar e responder aos donos de maneira carinhosa chamaram a atenção no mercado. Foram até mesmo comercializadas algumas unidades via pré-venda. Mas as coisas não deram muito certo e a Mayfield Robotics interrompeu suas fabricação por tempo indeterminado.

“Infelizmente, nossa fabricação de Kuri cessará e os robôs já montados não serão enviados aos clientes. Todo mundo que fez o depósito de pré-venda será reembolsado”, diz o comunicado oficial. A startup afirma que fazia parte de um segmento independente do programa Bosch Startup Platform e a Bosch não conseguiu adequá-la em alguma frente já existente no grupo. Assim, ficou difícil escalar a produção.

Em sua primeira aparição, na Consumer Electronics Show (CES) 2017, o Kuri já cativou a todos e em seguida foi mencionado de maneira positiva em festivais, a exemplo do South by SouthWest (SXSW) e do Aspen Ideias Festival, e na mídia de tecnologia. Agora, o projeto fica à deriva, aguardando algum investidor que possa ressuscitar o pequeno e adorado autônomo.

Enquanto isso, o pessoal da Mayfield Robotics se despede falando de outro robô, que por enquanto é mantido em segredo e só se sabe seu nome. “Criar um robô como o Kuri é uma tarefa enorme. Nós não sabemos o que os próximos meses trarão. Independentemente disso, estamos firmes em nossa crença de que o robô doméstico Renaissance está apenas começando e vai ser incrível.”