Rick Allen é um alpinista escocês experiente de 65 anos que descia o pico do Broad Peak, um dos pontos mais altos da Cordilheira do Himalaia (26,401 pés), quando sofreu um acidente e perdeu todos os seus equipamentos. Com a queda, ele perdeu a consciência e também sofreu alguns cortes e queimaduras.

O seu estado de risco foi alertado entre a equipe da região porque a mochila com os seus pertences foi localizada pelo cozinheiro do acampamento local no alto da encosta da montanha.

Busca com drone otimizou plano de resgate

O que diferencia essa história de tantos outros acidentes testemunhados nas escaladas da cordilheira é o método adotado para salvar o alpinista. Antes de iniciar as buscas, um drone foi utilizado para sobrevoar o local onde Rick Allen poderia estar, de acordo com a rota traçada para regressar do pico do  Broad Peak. 

Assim que ele foi localizado pelo drone, uma equipe formada por alpinistas e sherpas (moradores da região) partiu ao seu encontro. A utilização do drone nas buscas evitou que as buscas fossem feitas às cegas, portanto o resgate foi muito mais rápido.

Drone utilizado no resgate era de outros turistas

O responsável pela operação com o drone foi o alpinista polonês Bartek Bargiel, que estava no Himalaia para registrar imagens do seu irmão mais velho esquiando. 

De volta à Escócia, Rick Allen elogiou a esperteza dos rapazes. Ao longo de sua vida no esporte, sempre utilizou as técnicas mais modernas disponíveis e jamais poderia imaginar que a tecnologia pudesse um dia chegar a esse nível.