Rumores sobre o Surface Phone já viraram rotina no noticiário de tecnologia nos últimos meses e a continuidade, assim com o cancelamento, do projeto foram cogitados várias vezes. A diferença da novidade de hoje é que as palavras vieram diretamente de Panos Panay, head da divisão Surface: segundo o executivo, os usuários estão experimentando novas interações e essas ideias também estariam sendo levadas em consideração pela Microsoft, mas não para o Surface Phone.

A entrevista foi concedida para revista a Wired — e a edição do Gadget Lab podcast pode ser ouvida na íntegra neste link —  e, entre outros assuntos, Panay disse que os consumidores procuram por outras maneiras de lidar com os gadgets atualmente — seja com reconhecimento facial, sensor de movimentos, canetas stylus, entre outras formas de acessibilidade. Ao falar da transição do uso de uma caneta digital para o teclado, por exemplo, ele afirmou que “bem, eu diria que isso não inclui um Surface Phone”.

Já ao comentar o Surface Go, ele observou que os futuros dispositivos Surface devem ser usados como itens de comunicação, mas não no sentido tradicional, pois “a própria comunicação evoluirá”. Isso reabre a discussão sobre o “Surface de duas telas”, também conhecido como Andromeda, que estaria atualmente sendo revisto internamente. Aliás, de acordo com o que Panay falou, esse aparelho poderia fazer chamadas telefônicas mas não atuaria exatamente como os smartphones que conhecemos.

surface phone

Outro tema que volta à tona com o que Panay disse  é o Windows 10 com arquitetura ARM, algo que causa grande expectativa no mercado desde o final do ano passado e segue também sem grandes anúncios desde então. Continuamos de olho para saber o que a gigante de Redmond guarda para o público nos próximos meses — e se o Surface Phone, afinal de contas, continua vivo mesmo.