A Intel apresentou nesta segunda-feira (2) a sua nova aposta para o mercado de computadores de alto desempenho. A arquitetura Omni-Path (Intel OPA200) foi apresentada durante a International Supercomputing Conference (ISC 2018) e oferece taxas de transferências na casa dos 200 Gbps, o dobro da geração atual.

Com a novidade, a Intel espera assegurar um melhor custo total de propriedade para o mercado de supercomputadores. A ideia é eliminar custos adicionais por espaço ao condensar mais desempenho em menos unidades de processamento e também liberando slots para a conexão de controladores de rede e dispositivos de armazenamento.

Além do desempenho geral e dos custos menores, a OPA200 promete aprimorar a eficiência energética ao trabalhar consumindo menos energia. Produtos com nova arquitetura Omni-Path devem chegar ao mercado apenas em 2019, informa a Intel.