A produção comercial dos processadores dos iPhones de 2018 começou em maio e, agora, está sendo reforçada por parte da parceira da Apple. A Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) é a responsável por fabricar os chips A12 com litografia de 7 nanômetros que darão vida aos smartphones da Maçã esperados para o segundo semestre deste ano.

O aceleramento da produção foi anunciado pelo novo presidente da TSMC, C.C. Wei, que garantiu também um aumento na produção do microprocessador em relação ao ano passado — de 10,5 milhões em 2017 para 12 milhões em 2018. A fala de Wei foi feita durante um simpósio de tecnologia realizado pela própria fabricante e é vista como uma resposta dele aos rumores de que o ritmo de produção estaria abaixo do esperado.

Ainda de acordo com o executivo, o novo processador estará apto a desenvolver ações aprimoradas envolvendo inteligência artificial, processamento gráfico, criptomoedas e rede 5G. Segundo o site DigiTimes, fontes da indústria afirmam que os pedidos feitos pela Apple são os grandes impulsionadores do aumento da produção dos processadores de 7 nm por parte da TSMC.

Até 2020, Wei garante que a sua empresa estará produzindo comercialmente processadores de 5 nm, com investimentos na casa de US$ 25 bilhões por parte da companhia.

Cupons de desconto TecMundo: