Muito se fala sobre um novo intermediário da Motorola, o One Power, que teria o novo Android One, mas certificações recentes mostram que a companhia tem no forno como lançamento mais próximo um dispositivo de entrada. O Moto C2 deve ser seu primeiro produto com a versão mais básica do sistema operacional da Google, a Android Go.

Nos últimos anos, múltiplos variantes de um novo Motorola receberam certificação pelo Bluetooth SIG e pela WiFi Alliance, incluindo os telefones com registros XT1920-15, XT1920-16, XT1920-18 e XT1920-19. De acordo com o Nashville Chatterclass, o XT1920-16 foi aprovado pela Eurasian Communications Commission (EEC) e agora todos esses XT1920 já receberam aval da Federal Communications Comission (FCC, a Anatel dos Estados Unidos).

Segundo a documentação, esse seria um smartphone de especificações bem simples e os modelos XT1920-18 (single-SIM) e XT1920-19 (dual-SIM) seriam distribuídos na América Latina. O XT1920-16 seria destinado aos mercados da Europa, África e Oriente Médio e o XT1920-15 seria vendido no Leste Europeu.

Documento também revela configurações

O registro mostra as especificações do Moto XT1920, que teria memória RAM de 1 GB e armazenamento interno de 16 GB, com bateria de 2000 mAh/2100 mAh. Essas especificações batem com os rumores sobre o Moto C2 que chegaram à web até agora.

O aparelho mede 147,88 x 71,22 mm. Alguns aparelhos mais poderosos com essas mesmas dimensões foram lançados com tela infinita nesta temporada, com telas de 5,4 polegadas e 5,8 polegadas e proporção 18:9. Como o XT1920 é um produto mais modesto, espera-se que ele venha no formato 16:9 e, possivelmente, com display de 5,2 polegadas.

Ainda que embutir o Android Go no lugar do 8.1 Oreo, como aconteceu com o Moto C, possa fazer mais sentido no seu sucesso, vale lembrar que ainda estamos na fase das especulações e é preciso esperar mais um pouco para dar como certa a fabricação desse aparelho.