Entrou em operação hoje (08) o novo supercomputador mais poderoso do mundo. O dispositivo se chama “Summit” foi montado pela IBM no Oak Ridge National Lab, nos EUA. Ele ainda não ganhou o título oficial de computador mais poderoso do mundo, mas isso deve acontecer ainda em junho, quando a organização conhecida como "Top500" atualizar seu ranking de máquinas mais capazes do planeta.

A última vez que os EUA tiveram o supercomputador mais poderoso do mundo em seu território foi em 2013, quando os chineses começaram a dominar os primeiros lugares da lista da Top500. Agora, o Summit consegue entregar o dobro do poder de processamento do Sunway TaihuLight, o supercomputador chinês que estava no topo até agora.

Isso significa que o Summit consegue realizar 200 quadrilhões de cálculos por segundo. Em outras palavras, são 200 petalfops, uma unidade comumente utilizada para medir o desempenho de máquinas como essas. Em termos mais simples, o dispositivo é 1 milhão de vezes mais rápido que um notebook comum.

summitAparelho ocupa o espaço equivalente a duas quadras de tênis.

Na fabricação do Summit, foram utilizados 37 mil processadores, sendo 28 mil unidades gráficas e da NVIDIA e 9 mil núcleos tradicionais da própria IBM. O resfriamento do aparelho é realizado por fluxo contínuo de água. A cada minuto, o dispositivo consome 15 mil litros de água resfriada para manter todos os seus componentes funcionando de maneira adequada.

O objetivo inicial do computador é possibilitar pesquisas em inteligência artificial mais elaboradas, além de trabalhar na resolução de problemas em química e biologia.