Recentemente, a Google publicou na comunidade de usuários uma pesquisa, solicitando opiniões sobre o uso de um recurso fotográfico no Pixel 2; essa "pesquisa Pixel" é apenas para os proprietários dos modelos mais recentes. Introduzido em 2017, o Motion Photos inclui uma pequena sequência de vídeos antes e depois de um disparo, permitindo a criação de clipes ou outras animações.

No início deste ano, o aplicativo do Google Fotos adicionou a capacidade de exportar o Motion Photos como um GIF, além de vídeos ou fotos.

A empresa está bastante curiosa sobre a frequência com que o recurso está sendo usado e quais são as configurações padrões utilizadas. As opções incluem tê-lo sempre ligado/em modo automático, alternando entre ativado/desativado, sempre desligado ou apenas ignorado. Os participantes que selecionarem as últimas alternativas farão uma consulta de acompanhamento sobre o motivo pelo qual a ferramenta não é empregada.

Os usuários podem marcar tudo o que se aplica:

  • Estou preocupado com o armazenamento do meu smartphone;
  • Não gosto de ver movimentos em minhas fotos;
  • Estou preocupado com a captura de algum dado privado;
  • Qualidade da foto;
  • É difícil/confuso para compartilhar;
  • Outros.

A primeira opção é particularmente interessante, pois os dispositivos lançados em 2017 duplicaram a capacidade de armazenamento interno, de 32 GB para 64 GB. Enquanto isso, as últimas alternativas têm mais a ver com os específicos e a implementação da funcionalidade. A Google observa que o feedback "é valioso para ajudar a desenvolver e melhorar esse recurso".

É bom lembrar que, no início de junho, surgiu o primeiro vazamento substancial sobre os modelos Pixel 3 e Pixel 3 XL, vindos da fabricante do design da tela. A próxima geração de dispositivos da linha supostamente terá câmeras frontais duplas e uma única lente na parte traseira.

Cupons de desconto TecMundo: