Cinegrafistas profissionais utilizam seus equipamentos nas situações mais inusitadas; por isso, aparelhos de estabilização são uma necessidade básica. Existem várias opções disponíveis no mercado, mas os pequenos avanços não param de surgir.

Anunciado em janeiro, na CES de 2018, o Ronin-S é o primeiro da DJI a suportar utilização de câmeras DSLR e mirrorless com uma mão só. Ele funciona através da tecnologia de três eixos da empresa, com a adição de um novo recurso, que permite ajustar os movimentos por botões. Há também um modo automático, que regula a intensidade de limitação dos motores.

O Ronin-S utiliza um joystick de alta precisão, com botões dedicados a iniciar/parar a gravação e alternar pelos modos de liberdade de movimentos, entre outras configurações. É possível também incluir um controlador de foco na lateral, para a sua regulagem manual.

Modelos conhecidos por cinegrafistas, como a Canon EOS 5D Mark IV e a Panasonic Lumix GH5S, além da Sony Alpha A7R III e A7S II, são suportados pelo estabilizador. O limite de peso dos equipamentos acopláveis é de até 3,6 kg, acomodando tranquilamente as combinações mais populares de câmeras e lentes.

A bateria promete autonomia de 12 horas e fica embutida no manete. A ferramenta possui um recurso interessante, que ajusta os motores durante a aplicação de zoom, deixando a imagem estável mesmo nessa condição. Algoritmos avançados trabalham em conjunto com as tecnologias disponíveis nos outros aparatos.

A pré-venda dele já foi iniciada, pelo valor de US$ 699.

Cupons de desconto TecMundo: