Convicções e paixões fotográficas à parte, a verdade é que a fotografia analógica acaba de ficar um pouquinho mais no passado. A Canon anunciou ter encerrado de vez as vendas de câmeras de filme, as famosas “analógicas”, com o fim do estoque do modelo EOS-1V, que, apesar de ter saído de linha há praticamente uma década, seguia disponível nos depósitos da fabricante.

Com o encerramento das vendas de exemplares de primeira mão, a única maneira de comprar uma Canon analógica, agora, é recorrendo a uma câmera usada. A EOS-1V foi o último modelo de SLR (single lens reflex) fabricado pela Canon antes da completa adoção dos sensores digitais nas linhas de montagem. Apesar do fim das vendas, a companhia garantiu a clientes e entusiastas da fotografia que os serviços de suporte técnico e reparo da EOS-1V seguirá firme pelo menos até o ano de 2025.

Fotografia analógica virou hobby

 Canon

As câmeras digitais transformaram o mundo da fotografia. Apesar de continuar a ser uma atividade cara (corpos e lentes profissionais seguem sendo vendidos por valores altíssimos), a popularização de modelos mais simples e o desenvolvimento de smartphones com câmeras cada vez mais avançadas fez com que a fotografia analógica fosse, pouco a pouco, ficando para trás.

Hoje, a dificuldade de acesso a rolos de filme – situação que no Brasil é ainda mais complicada – e as dificuldades de manutenção são alguns dos fatores que fazem com que a prática da fotografia analógica se limite basicamente a um reduzido grupo de amantes da atividade. Para muitos deles, a praticidade das câmeras digitais tem o seu valor, claro, mas nada substitui o encanto e a qualidade que continuam existindo no processo de produção e revelação de uma foto analógica.