A Qualcomm anunciou hoje (30) durante a Augmented World Expo (AWE) o primeiro processador do mundo dedicado às chamadas realidades estendidas (XR), ou seja, realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR). O Snapdragon XR1 vem para dar vida a headsets independentes, ou seja, que não precisam de celular ou computador para funcionar.

“Ao integrar visuais poderosos, áudio de alta fidelidade e ricas experiências interativas, o XR1 ajudará a criar uma nova era de dispositivos de realidade estendida de ponta e de alta qualidade para os consumidores”, crava o vice-presidente sênior e diretor-geral da Divisão de Negócios Mobile da Qualcomm.

O novo Snapdragon XR1 combina unidade processadora multinúcleo ARM, processamento vetorial, processamento gráfico e um motor dedicado à inteligência artificial, o Qualcomm AI Engine. No âmbito de software, a peça vem acompanhada de um kit de desenvolvimento exclusivo e de recursos dedicados ao aprendizado de máquina.

A peça ainda oferece processamento avançado para recursos de inteligência artificial on-device e conta com algoritmos de visão computacional baseados em aprendizado de máquina. Junto, tudo isso garante eficiência energética e precisão na hora de definir a posição do usuário, classificar objetos e muito mais.

Áudio, vídeo e interação

Aparelhos com o Snapdragon XR1 rodarão vídeos em resolução 4K até a 60 quadros por segundo. A captura de imagens a partir desses dispositivos é aprimorada com o processador de imagem Spectra, da Qualcomm, que promete qualidade de ponta e menos ruídos. A parte de áudio fica por conta de recursos como Aqustic e aptX, também da Qualcomm, para reproduções de alta fidelidade.

Para interagir com o mundo, o Snapdragon XR1 traz suporte para dispositivos com três ou seis degraus de liberdade. Ele conta ainda com um hub de sensores integrado e oferece habilidades especiais para interações de movimento com latência abaixo dos 20 milissegundos, o valor cientificamente recomendado para uma experiência saudável com headsets de VR e AR.

A fabricante informa que algumas companhias parceiras já colocaram as mãos sobre o novo processador e estão desenvolvendo peças com eles —  Meta, VIVE, Vuzix e Picoare. Não foi revelado quando esses produtos chegarão às lojas.