Galaxy S8 já está no mercado há mais de um ano, mas a gente resolveu usar esse aparelho da Samsung para fazer um comparativo com o OnePlus 5T por eles serem modelos mais ou menos da mesma geração. Esses dispositivos, entretanto, são consideravelmente diferentes, e colocá-los frente a frente para você decidir qual é o melhor para suas necessidades parece uma boa ideia.

Câmeras

Começando pelas capacidades fotográficas de cada um, quem vê de fora poderia até inferir que o OnePlus 5T tira fotos melhores do que o Galaxy S8, pelo fato de o celular da chinesa ter um conjunto de câmeras duplo na parte traseira. Só que esse não é o caso. O aparelho da Samsung consegue fazer imagens consideravelmente superiores em praticamente qualquer condição de iluminação, pois preserva melhor os detalhes em fotos e atinge uma representação de cor mais interessante em diversas situações.

Fora isso, o S8 é um daqueles celulares que você pode simplesmente tirar do bolso e começar a fotografar. Ele obtém resultados ótimos com muita agilidade, sem que o usuário tenha que se preocupar com foco ou qualquer outra coisa. O OnePlus 5T também é muito ágil em suas capacidades fotográficas, mas ele é sim inferior ao modelo da Samsung no aspecto de câmera, apesar de tirar fotos excelentes em ambientes mais escuros.

Fotos feitas com o Galaxy S8

Fotos feitas com o OnePlus 5T

Desempenho

Enquanto a Samsung marca pontos na questão da câmera, a OnePlus leva o prêmio do desempenho para casa. O OnePlus 5T simplesmente deixa o S8 comendo poeira nesse ponto de avaliação. Ele é superior ao concorrente tanto em uso cotidiano quanto em benchmarks. Isso se deve ao hardware interno superior que a OnePlus embarcou no seu dispositivo, mas também tem a ver com o software.

galaxy s8

O Android presente no 5T é consideravelmente mais leve e mais próximo do Android Puro do que aquele que a Samsung adota em seus celulares. Ainda assim, o aparelho da chinesa conta com uma grande quantidade de possibilidades de personalização, algo próximo do que a Samsung oferece. Na minha opinião, contudo, a execução da OnePlus nesse sentido é melhor.

Tela

O display do Galaxy S8 é tecnicamente superior ao do OnePlus 5T em vários aspectos. Para começar, a resolução é bem maior, batendo a marca do 2K+ em um formato de 18,5:9. O OnePlus, por sua vez, fica no tradicional Full HD, que ganha um “+” no fim do nome por conta do aspecto 18:9. Além disso, a tecnologia Super AMOLED usada pela Samsung também é superior, entregando um nível de brilho muito maior e reprodução de cores mais intensa.

Mas isso não quer dizer que a tela Optic AMOLED do 5T seja ruim. Ela tem sim suas qualidades, especialmente no que toca economia de energia, só não é tão impressionante quanto a do S8, que, de quebra, ainda traz as bordas curvadas. Por isso, nesse quesito, a vitória é clara para a Samsung, mesmo a marca tendo enfrentado alguns problemas de coloração do display com esse dispositivo no início das vendas.

oneplus 5t

Bateria

Eu cheguei a usar o Galaxy S8 por meses como meu smartphone pessoal antes de trocá-lo por um OnePlus 5T. Com isso, me sinto seguro em dizer que o aparelho da Samsung não tem uma boa autonomia de bateria. A coreana chega a alfinetar a Apple aqui e ali por conta da baixa autonomia dos iPhones, mas seus próprios celulares também não se saem muito bem no que toca ao uso diário.

Quando eu tinha o S8, a bateria dele sempre me deixava estressado no fim do dia, em busca de uma tomada antes mesmo de chegar em casa. Quando eu inventava de viajar ou tirar muitas fotos em algum lugar, aí sim que ele não dava conta mesmo. Por isso, me senti obrigado a comprar um carregador sem fio para usá-lo durante boa parte do dia no trabalho e esquecer do carregador em casa.

galaxy s8

O 5T é o completo oposto do S8 nesse sentido. Para os heavy users, ele também não vai durar um dia inteiro, mas como eu não fico com o aparelho o tempo todo nas mãos, tenho um padrão de utilização apenas um pouco mais elevado do que a média da população — pelo menos imagino isso —, o 5T aguenta um dia todinho sem nenhum problema. Se eu economizar de verdade, consigo expremer um dia e meio de autonomia.

Outra coisa boa do 5T é que você não precisa se preocupar quando a carga cai para menos de 30%. O ritmo de consumo a partir disso é praticamente o mesmo que você enfrenta no restante do espectro da bateria. Já tive muitos smartphones que, quando entram na casa dos 20%, o resto da carga some em menos de uma hora. Não é o caso do 5T,  que é muito confiável no que toca à autonomia de bateria.

oneplus 5t

Design

Mas, no design, não há discussão. O Galaxy S8 é um celular muito mais bem executado do que o 5T. O acabamento da OnePlus não é ruim, mas o da Samsung é simplesmente impecável em seus top de linha. Eu costumava tirar o S8 da capinha de vez em quando só para apreciar a beleza dele nas minhas mãos.

O 5T não pode ser considerado feio, mas tem um aspecto bem industrial, meio que uma mescla de tudo que já vimos no mercado de smartphones até aqui, com um pouco mais de “cara de iPhone” do que deveria em sua face traseira. O S8, por sua vez, é puramente um celular da Samsung em todos os seus aspectos: bem original, bonito e bem construído.

galaxy s8

Biometria

Ambos os smartphones possuem biometria dupla. O 5T tem um leitor de digitais traseiro e um sistema de reconhecimento facial que usa a câmera frontal para autenticar os usuários de forma rápida. O S8 também tem um leitor de digitais traseiro, mas vem com um leitor de íris na parte da frente.

Mesmo a Samsung tendo uma vantagem tecnológica aqui, eu ainda prefiro a biometria da OnePlus. Isso porque ela é muito mais ágil, tanto na parte da frente quanto na de trás do celular. O leitor de digitais do 5T autentica o usuário em um piscar de olhos, e leitor de rostos é ainda mais rápido. No caso do S8, você tem que deixar o dedo descansar sobre o leitor uns instantes antes de o aparelho ligar, e a biometria de íris é muito lenta em qualquer condição não ideal de luz, especialmente em ambientes externos.

oneplus 5t

Fora isso, o posicionamento do leitor de digitais no S8 é bem complicado, dificultando o acesso a esse elemento.

Som

Nenhum desses smartphones tem bons alto-falantes. Ambos possuem som mono, e o posicionamento da saída de áudio facilita o bloqueio total com um simples dedo do usuário quando mantido na horizontal.

Além disso, ambos começam a apresentar distorções nos níveis mais altos do volume, deixando a música pouco definida. A vantagem aqui é que a conexão Bluetooth do 5T com fones ou caixas de som sem fio é mais estável, mas o S8 consegue se conectar a dois aparelhos desses ao mesmo tempo. Por fim, o modelo da Samsung vem com um ótimo fone de ouvido na caixa, acessório não incluso no pacote da OnePlus.

galaxy s8

Coisinhas

Agora eu vou falar das coisinhas que fui apreciando ou detestando com o tempo nesses dois smartphones. Eu gosto daquela chavinha lateral do 5T que permite alternar entre os perfis de som do smartphone, mas, para falar a verdade, acabo não usando isso muito. Meu celular está sempre no silencioso. Também me agrada o botão home virtual do S8 na frente, bem no fundo da tela, visto que é muito prático para acordar o celular quando ele está parado em uma mesa, por exemplo.

O cabo e o carregador da OnePlus são bonitos e parecem muito duráveis. Os da Samsung tinham um aspecto bem vagabundo, davam a impressão de que iriam estragar a qualquer momento, bem ao “estilo Apple”. Por outro lado, eu gostava muito do carregamento sem fio e o usava todos os dias. Hoje, eu sinto falta disso.

oneplus 5t

Por outro lado, uma coisa que me irritava profundamente era o software da Samsung. A interface da coreana melhorou muito ao longo do tempo, mas ela ainda não é totalmente suave como a do Android puro ou da Oxygen OS. De vez em quando, eu encontrava um engasgo aqui e outro ali no S8. Já o 5T nunca registrou isso.

Mas eu acho que o grande mérito da Samsung com o S8 foi fazer um celular com uma tela tão espaçosa em um corpinho pequeno e bonito. Ele é bem mais compacto que o modelo da OnePlus. Eu só não gosto desse botão da Bixby, que no Brasil é praticamente inútil.

Preço

Perto do fim do ano passado, o Galaxy S8 chegou a custar menos de R$ 2,3 mil para pagamento à vista. Levando em conta a qualidade desse aparelho, o preço estava realmente atraente. Mas, hoje, o dispositivo já voltou a custar uns R$ 2,5 mil ou R$ 2,6 mil, mesmo após a chegada do Galaxy S9 às lojas. Isso faz com que o 5T seja um negócio mais interessante considerando o preço de importação. Nos EUA, o celular da OnePlus custa uns US$ 500, cerca de R$ 1,8 mil sem somar impostos.

Se você puder trazê-lo de lá, ele vale muito a pena, uma vez que oferece hardware e recursos de top de linha por um preço de intermediário premium aqui no Brasil. Existe ainda a possibilidade de comprar direto da China em sites como BangGood e GearBest. Nesse caso, o aparelho pode custar US$ 600 ou mais, o que resulta em uns R$ 2,1 mil — o que já torna o 5T menos interessante em relação ao Galaxy S8.

galaxy s8

Isso porque ele não tem garantia ou assistência especializada no Brasil. Se você estragar ou quebrar alguma coisa, vai ser muito difícil conseguir conserto. Fora isso, ainda existe o risco de você ser taxado quando seu dispositivo chegar ao Brasil, o que deixaria o 5T mais caro que o S8.

Mas considerando tudo isso, eu ainda acho que o OnePlus 5T é a melhor compra nesse comparativo. Ele é “mais barato”, oferece um hardware excelente e tem um ótimo desempenho. Claro que o S8 é mais bonito e vem com uma câmera melhor, mas o 5T também tira ótimas fotos e traz um design Ok. Porém, se você pensa em ficar só um ano com o celular e depois vendê-lo, é importante lembrar que é mais fácil colocar um top de linha da Samsung no mercado de usados do que um celular de uma marca totalmente desconhecida no Brasil.

Por isso, se você quer aproveitar o máximo do seu smartphone sem ter que lidar com pequenos engasgos aqui e ali, vá de OnePlus. Se você se importa muito com a aparência do aparelho e pensa em vendê-lo depois de um tempo para comprar outro novo, vá de Samsung.

Cupons de desconto TecMundo: