Desde que chegaram às prateleiras gringas, no início do ano, os HomePods ainda não emplacaram — talvez pelo fraco desempenho de sua assistente digital, a Siri, ou devido ao preço. Ainda que a qualidade sonora e o acabamento de produto sejam motivos de elogios dos críticos, o gadget tem tido dificuldades para competir com o os Google Home e os Amazon Echo. E qual seria uma a nova estratégia da Apple para manter o dispositivo no mercado? De acordo com o site chinês Sina, oferecer uma linha mais acessível, com parceria de outra fabricante, neste caso a Beats.

Corte de custos poderia levar a HomePods "mais em conta", a US$ 200

De acordo com os bastidores, a Maçã pretende assim usar componentes mais baratos, incluindo peças da MediaTek, que já fornece material para os Echo. O corte de custos, aliado a um conceito menos premium e mais distante dos nichos de amantes da fidelidade sonora, podem permitir que a Beats produza alto-falantes inteligentes com diferentes opções de desenho e cores — sem ficar presa ao design conceitual da Gigante de Cupertino.

Boatos sobre a possibilidade de um “HomePod mini” estão circulando por aí há algum tempo — e pode até ser que se tornem realidade, em breve, dada à preocupação da companhia em revigorar o lançamento, que ainda não encontrou sua faixa de consumidores e seu lugar no setor. A expectativa é de que os “HomePods Beats” fiquem no patamar dos US$ 200 — os originais saem por US$ 350.

apple beatsApple já vende produtos em parceria com a Beats e novos produtos poderiam apresentar variações no desenho e nas cores

Vale lembrar que a Beats já possui vários acessórios para iPhonesiPods e Apple TVs, a exemplo de fones de ouvido e caixas de som. A Apple não comenta esses rumores e não há previsão de quando as novidades estariam disponíveis para o público.

Cupons de desconto TecMundo: