Dados divulgados pela Strategy Analytics sobre o mercado de speakers inteligentes trazem um cenário ao mesmo tempo surpreendente e previsível. A parte previsível fica por conta da ponta da tabela ser ocupada pela Amazon, maior nome do setor no mundo com o Amazon Echo e as suas variações.

Já o lado surpreendente vem do avanço da Google neste mercado quando o desempenho do primeiro trimestre de 2018 é comparado com o do mesmo período no ano passado. A gigante da web tinha 12,4% de participação no setor em 2017 e, agora, terminou março com uma fatia de 26,5%.

Por sua vez, a Amazon viu um domínio amplo se tornar significativamente menor, apesar de ainda manter uma folga em relação à Google. A companhia de Jeff Bezos detinha uma fatia com incríveis 81,8% do setor nos três primeiros meses de 2017, mas fechou o período atual com “apenas” 43,6%. Enfim, se a Google dobrou a sua participação, a da Amazon caiu quase pela metade.

speaker

Em relação ao número de unidades produzidas a Google também teve um desempenho bem satisfatório, tendo criado 2,4 milhões entre janeiro e março de 2018 (aumento de 709% em relação ao ano passado). Já a Amazon deu um salto de 102% indo de 2 milhões para 4 milhões de unidades fabricadas.

A lista das cinco principais empresas do setor de speakers inteligentes é completada por três novadas: Alibaba (700 mil unidades produzidas e fatia de 7,6%), Apple (600 mil unidades produzidas e fatia de 6%) e Xiaomi (200 mil unidades produzidas e fatia de 2,4%).