tecnologia de realidade virtual está mais desenvolvida do que nunca e tem ganhado um espaço enorme tanto no mundo do entretenimento, entre games dos mais diversos tipos, quanto em aplicações profissionais em uma gama imensa de áreas. Porém, algumas limitações ainda fazem com que os óculos de realidade virtual não sejam ainda tão bem aceitos pelas pessoas, principalmente pela resolução que ainda não é tão alta e o efeito desconfortável que isso causa em algumas pessoas.

A aplicação dessas novidades da JDI em um futuro dispositivo como o Playstation VR, da Sony, pode revolucionar mais ainda esse mercado

Para tentar melhorar esse aspecto dos óculos de realidade virtual, um conglomerado que reúne empresas gigantes japonesas – SonyToshiba e Hitachi – resolveu criar um dispositivo com resolução muito mais alta de pixels por polegada (ppi) do que já existe no mercado, tornando as imagens muito mais nítidas e, por consequência, realistas.

Realidade mais do que virtual

Os óculos VR da JDI (nome do conglomerado de empresas) usam tecnologia LCD com telas um pouco menores que o normal para atingir uma resolução maior: 1.001 ppi. Outra melhoria importante é a diminuição do tempo de resposta do dispositivo de 4,5 ms para 2,5 ms, tornando jogos e outras aplicações muito mais viáveis por eliminar bastante o atraso entre ações e a parte visual. Também podemos esperar uma taxa de atualização mais consistente, agora estabilizada em 120 Hz, o que reduzirá ainda mais a latência do sistema.

Os óculos de realidade virtual que usam um computador para funcionar ainda conseguem ser mais poderosos e oferecer uma experiência mais interessante, porém, a aplicação dessas novidades da JDI em um futuro dispositivo como o Playstation VR, da Sony, pode revolucionar mais ainda esse mercado que está em pleno desenvolvimento.

Cupons de desconto TecMundo: