De acordo com informações do LetsGoDigital publicadas hoje (09), a Motorola consegui o registro de uma nova patente para smartphones dobráveis. O pedido inicial para a tecnologia foi feito em 2016, mas só em março deste ano foi aprovado na OMPI, a Organização Mundial da Propriedade Intelectual.

Segundo os detalhes que a empresa descreve nos esquemas, o dispositivo se tornaria um tablet quando aberto, e a tela seria feita com um display flexível em vez de ter duas telas distintas, como as que já vimos em patentes de outras marcas.

letsgodigital

Falando em outras marcas, além da Motorola, empresas como SamsungLGHuawei também já conseguiram registros de patentes para smartphones e outros aparelhos dobráveis, bem como modelos com as telas de fato flexíveis. Assim, já podemos dizer que há sim algo como uma “corrida pelo smartphone dobrável”. A Samsung é a que mais tem propriedade intelectual registrada sobre esse assunto e rumores anteriores chegaram a sugerir que a empresa só não lançou um produto flexível no mercado porque ainda não encontrou nenhuma utilidade prática para essa nova categoria.

Seja como for, o modelo da Motorola tem uma dobradiça bem diferente do que já vimos por aí. Aparentemente, ela será constituída de vários cilindros metálicos, bem ao estilo do que vemos em notebooks conversíveis da Lenovo. Vale destacar que a marca Motorola é de propriedade do grupo chinês Lenovo, o que poderia explicar a similaridade no design.

motorola

É interessante falar ainda da capa que a empresa pretende disponibilizar com um aparelho desse tipo. Ela serviria para proteger o aparelho ao mesmo tempo que funcionaria como carregador sem fio.

Como é o caso com toda patente publicada ou vazada, não temos como saber quando ou se um aparelho desse tipo será lançado pela Motorola em algum momento. Contudo, rumores de que a marca estaria planejando reviver a linha V3 com telas flexíveis já começaram a circular na web, especialmente após o registro da primeria patente da empresa para aparelhos dobráveis.

Cupons de desconto TecMundo: