A interação entre as pessoas e os assistentes virtuais já se tornou uma constante em suas vidas, seja para solicitação de tarefas no que se refere à produtividade na vida pessoal ou no trabalho, para entretenimento, pagamentos, entre diversas funções. Mas, dentre tantos assistentes, como a Alexa, Cortana, Google Assistente e a Siri, você já se questionou qual o melhor? Foi esse o objetivo de um estudo feito pelo site Stone Temple em maio de 2018, onde seu principal objetivo foi descobrir qual desses assistentes se tornaram mais inteligentes e completos para os usuários.

De acordo com o teste realizado pela agência, o Google Assistente se tornou o bot de inteligência artificial mais bem alimentado quanto à sua base de dados, capaz de aceitar cerca de 80% das perguntas feitas, sendo que, 9 em cada 10 respostas, estavam corretas. O teste contou com 5.000 perguntas, dando ênfase ao Google Assistente para smartphones que mostrou um desempenho melhor que os dispositivos de alto-falante em que o Google Assistente está presente, como o Google Home, por exemplo.

Quanto às perguntas que foram feitas e que uma resposta foi dada corretamente, a Cortana fica em segundo lugar, tendo Alexa em terceira posição. A Siri da Apple ocupa o 4º lugar no ranking respondendo pouco mais de 40% das perguntas que foram feitas.

1

Comparação com 2017

No ano passado, a Siri se saiu melhor quanto à precisão nas respostas, mesmo que tenha tentado responder dentre 4 de 10 consultas realizadas, porém, quanto às respostas, 8 de 10 respostas foram precisas, mas isso não foi o suficiente para tirá-la da sua posição de quarto lugar, tendo em vista que os outros assistentes mostraram uma evolução quanto ao seu desempenho.

Algumas das perguntas com as quais os aplicativos ainda pecam em entender é "quem faz a voz de Darth Vader?" e "como fazer areia?". Com isso, considera-se que tais ferramentas já aprenderam bastante quanto ao seu aprendizado, mas ainda falta muito a ser feito para que eles possam "dominar o mundo" embora sejam funcionais.

2

O relatório completo do estudo feito pela Stone Temple pode ser consultado em seu blog.

Cupons de desconto TecMundo: