Esqueça telas de toque, comandos de voz ou gestos com as mãos. O Instituto de Tecnologia de Massachusetts divulgou um vídeo com uma criação bastante impressionante: um dispositivo capaz de receber comandos completamente silenciosos de seus usuários e que pode responder com informações requisitadas que realmente podem ser úteis.

Foi possível programar o dispositivo para reagir a comandos simples, como mover cursores, selecionar opções ou compreender ordens a partir de palavras pensadas

O aparelho recebe informações por meio do que se chama “subvocalização”, também conhecida como “fala silenciosa”. Essas palavras não pronunciadas são detectadas pelo dispositivo por meio de eletrodos ligados à cabeça do usuário. Por meio de um programa de computador, os desenvolvedores conseguiram identificar padrões em como as ondas cerebrais e as expressões faciais das pessoas funcionam para ensinar o aparelho a reagir adequadamente quando quem está usando pensa em palavras específicas.

De olho no futuro

Com isso, foi possível programar o dispositivo para reagir a comandos simples, como mover cursores, selecionar opções ou compreender ordens a partir de palavras pensadas. O dispositivo envia respostas de volta para o usuário, por exemplo, informando a elas que horas são quando ele pede, transmitindo vibrações através dos ossos do rosto, tornando os fones de ouvido desnecessários.

Batizado – não se sabe se permanentemente – de AlterEgo, o aparelho impressiona ao ser usado no vídeo de demonstração a seguir. Não há muita informação sobre outros detalhes envolvendo o dispositivo, o que gerou uma quantidade enorme de dúvidas entre os interessados e na imprensa especializada. Seja como for, em breve devemos conseguir novos dados mais esclarecedores sobre o revolucionário AlterEgo.