Os carros autônomos estão batendo na nossa porta e podem estar presentes nas nossas vidas muito mais rápido do poderíamos imaginar. Vemos notícias e mais notícias de empresas que estão trabalhando arduamente para que essa seja uma possibilidade real. Temos exemplos de carros que ajudam o motorista com sinais enviados para o painel indicando que ele precisa descansar, que ele pode estar invadindo a faixa do lado em uma distração, e até carros que estacionam sozinhos. E é assim, devagar, mas sempre em frente.

1

Recentemente, a Jaguar Land Rover revelou que está experimentando um adicional da tecnologia que já existe para os carros que estacionam sozinhos: encontrar uma vaga por si só. Esse projeto é o Autodrive, que está sendo desenvolvido no Reino unido em parceria com outras montadoras como a Ford – através do “estacionamento colaborativo” –, e testes já foram realizados nas ruas de Milton Keynes. Ao que parece, eles tiveram sucesso – e o mais importante: sem nenhuma ajuda do motorista.

Todo o processo é realizado por dados dos sensores de manobra do próprio veículo; assim, uma base de dados é alimentada com o intuito de formar um mapa que destaca vagas que podem estar livres. É possível que futuramente essa base de dados seja alimentada pelo próprio sistema do estacionamento.

2

Mas vamos com calma?

Ver a tecnologia evoluindo de forma a trazer benefícios para seus futuros usuários – ou seja, nós – é sempre muito bom, mas ainda melhor é não termos pressa, pois isso pode gerar problemas realmente muito sérios, como no caso do teste realizado com o carro autônomo do Uber, que acabou se envolvendo em um acidente fatal com um pedestre.

Isso nos mostra que precisamos ter muita cautela no que se refere a essa tecnologia, visto que estamos falando de um carro dirigindo por aí sem ninguém atrás do volante para evitar um incidente como o ocorrido. De acordo com o professor Noel Sharkey, da Universidade de Sheffield e juiz de batalha de robôs, os benefícios são vários, mas “a tecnologia ainda não está pronta e precisa amadurecer muito antes de continuar na estrada. Se muitos erros acontecerem, o público-alvo pode virar as costas para essa possibilidade.".

3

Mas e você, o que acha dos carros autônomos? Eles são realmente uma possibilidade para o futuro? Poderemos, um dia, confiar totalmente que nada de ruim vai acontecer?

Cupons de desconto TecMundo: