Não há como negar que o Magic Leap promete ser um dos aparelhos de realidade aumentada mais impressionantes em tempos. Por esse mesmo motivo, não faltam especulações de que o aparelho deve chegar às lojas custando um rim e um fígado – suspeitas que só ganharam força graças a uma recente declaração do chefão do projeto, Rony Abovitz.

Durante a conferência anual do site Recode, o figurão começou comentando que o headset deve ser lançado em múltiplas versões, tanto com relação aos tamanhos disponíveis quanto pelo nível de hardware e preço. Antes que você pense que isso quer dizer que o aparelho será mais acessível, porém, é melhor não ter esperanças: de acordo com Abovitz, mesmo a versão mais barata do aparelho deve custar tanto quanto um smartphone top de linha.

Infelizmente, números específicos não foram revelados. No entanto, ele não foi contra a comparação de que esse valor mínimo deve se aproximar ao de nada menos do que o iPhone X. Logo, não se surpreenda se o Magic Leap chegar com o preço mínimo de US$ 1.000 ou mais. Quanto ao modelo mais poderoso? Bem, é bom se preparar para gastar o mesmo que num PC gamer.

A boa notícia é que ao menos esse não deve ser o aparelho a chegar em 2018. O Creator Edition, que deve ser lançado ainda neste ano, vai estar no meio do caminho com relação ao preço – o que não promete torna-lo uma opção acessível para o mercado brasileiro, é claro. Resta agora torcer que, ao chegar aqui, ele não venha custando seus 7 mil reais.

Cupons de desconto TecMundo: