O top de linha da Huawei, o Mate 10 Pro, está prestes a chegar ao mercado internacional e uma das barreiras é encontrar operadoras com quem trabalhar, principalmente nos Estados Unidos, onde grande parte dos produtos é vendida em conjunto com planos de telefonia. E, na vontade de popularizar o aparelho junto aos consumidores, pode ter ido longe de demais: a companhia chinesa incentivou avaliações falsas sobre o smartphone na plataforma de vendas Best Buy e, flagrada pelo pessoal do 9to5Google, teve que apagar os supostos comentários positivos.

Das 108 avaliações postadas na seção de vendas do Mate 10 Pro, 105 pipocaram depois do recrutamento de “beta testers” na comunidade da Huawei no Facebook

A suspeita começou quando 108 pessoas deixaram reviews para lá de animadores sobre o telefone, que ainda está em pré-venda. Todas elas até pareciam ser reais, devido ao extenso tamanho dos textos, mas bastava dar uma olhada mais de perto para notar que tudo o que estava sendo exaltado — sempre com direito a cinco estrelas — não passava de impressões genéricas, com quesitos técnicos já bastante conhecidos pela mídia.

huawei mate 10 pro

Então, a investigação seguiu para um grupo privado da empresa no Facebook, uma comunidade com quase 70 mil integrantes. Lá, a própria Huawei havia publicado uma postagem, veiculada no dia 31 de janeiro, convocando geral para “dizer porquê você QUER ser um dono de um Mate 10 Pro na seção de avaliações de nossa pré-venda no Best Buy”.  A promessa era de poder ser integrado ao time de beta testers do flagship.

huawei fake review

A partir daí 105 das 108 opiniões que estavam por lá pipocaram do dia para a noite, “coincidentemente” após esse anúncio. O grupo do Facebook chegou até mesmo a divulgar os nove “vencedores” do “processo seletivo”. Em seguida, tudo foi deletado, não antes de ser copiado.

huawei fake review

Huawei diz que tudo não passou de “um mal-entendido”

Essa “tática” não somente leva os consumidores desatentos a acreditar em depoimentos falsos como também viola as regras de uso da própria Best Buy. Afinal, como a plataforma divulga avaliações de desempenho de um produto que sequer foi lançado, ainda mais de textos vindos de origem duvidosa? Várias pessoas passaram a desconfiar também na web.

O episódio, então, ganhou notoriedade. O suficiente para que a própria chinesa apagasse os reviews e enviasse um comunicado oficial para a imprensa: “A prioridade primordial da Huawei é sempre o consumidor e incentivamos nossos clientes a compartilhar suas experiências com nossos dispositivos por meio de suas próprias vozes e conversas autênticas”, diz.

Acreditamos que exista uma confusão em torno de uma recente publicação de mídias sociais

“Acreditamos que exista uma confusão em torno de uma recente publicação de mídias sociais, no recrutamento de novos beta testers. Embora hajam avaliações de beta testers que possuem amplo conhecimento do produto, eles não receberam benefícios monetários para fornecer suas honestas opiniões a respeito. No entanto, estamos trabalhando para remover as postagens das pessoas que não participaram de nosso programa de análises.”

Como a Huawei também é conhecida pelo marketing agressivo, especialmente junto a influenciadores digitais, fica difícil acreditar que tudo tenha sido apenas um “honest mistake”. A sugestão para que todos é que sempre prestem atenção aos detalhes dos reviews e busquem por canais confiáveis, como o próprio TecMundo e tantos outros sites que levam as avaliações de produtos muito a sério.