Por mais que os consoles da atual geração ainda pareçam ter muito gás para oferecer pelos próximos anos, uma verdade é inevitável: em um futuro não tão distante, eles vão ganhar sucessores oficiais. Ao que novas informações indicam, por sua vez, o PlayStation 5 pode trazer uma integração tão forte com o PSVR que, mesmo sendo vendidos separadamente, ambos os aparelhos devem ser vistos como “essenciais” um para o outro.

A curiosa afirmação veio do desenvolvedor Harold Vancol, diretor criativo da Grab Games. Embora sem detalhar os motivos para isso, o figurão disse, em uma entrevista à Official PlayStation Magazine UK, que estamos chegando ao ponto certo para a primeira geração de aparelhos VR, em que a quantidade de conteúdo já é grande e o preço do conteúdo é baixo.

“Comprar um novo console é um grande cometimento para muita gente, e comprar o headset que eu acho que as pessoas querem ver no futuro do PlayStation pode quase ser como comprar um novo console. Então ter essas compras separadas dá a cada coisa sua própria hora de brilhar. Entretanto, o PlayStation 5 e o PSVR devem ser considerados essenciais juntos.”

Considerando, no entanto, que a recepção do VR como um todo pelo mercado tem sido mediana, será isso suficiente para mudar o quadro dessa tecnologia? Está certo que o PSVR tem sido um dos mais bem sucedidos na lista (justamente por ter um preço bem mais acessível), mas é difícil imaginar um cenário em que ambos os aparelhos sejam tão essenciais sem colocar as vendas do próprio PS5 em risco. Resta esperar para ver.