Sonho de consumo de muitos jogadores, os notebooks do tipo gamer têm alguns sérios problemas que inviabilizam a popularização, incluindo o peso excessivo, as temperaturas elevadas, o alto consumo de energia e, claro, o preço estratosférico.

É claro que existem inúmeros modelos com diferentes propostas, sendo que alguns deles prometem a resolução parcial de alguns desses inconvenientes, mas, verdade seja dita, não temos muitos laptops para jogos que ofereçam o melhor de dois mundos: portabilidade e alto desempenho gráfico.

Ano passado, a NVIDIA até conseguiu incluir versões completas das placas GeForce GTX 1070 e GTX 1080 em alguns aparelhos, mas são máquinas ainda muito pesadas e com preços pouco convidativos. Para convencer os gamers de que há uma esperança no fim do túnel, a marca então desenvolveu uma nova solução para os entusiastas mais endinheirados: placas de vídeo com design Max-Q.

Trata-se de uma novidade que promete incluir o chip gráfico da GTX 1070 ou da GTX 1080 em notebooks com espessura diminuta, peso reduzido e eficiência na refrigeração com a promessa de atuação silenciosa. Como isso é possível? Basicamente, a NVIDIA fez ajustes nas especificações das GPUs, de modo que elas conseguem manter boa performance sem comprometer outros aspectos.

E como funciona tal tecnologia? Bom, a NVIDIA conhece seus produtos melhor do que ninguém e, no desenvolvimento desta solução, os engenheiros da empresa verificaram que há um ponto específico no gráfico de "performance versus energia" que se mostra adequado para limitar o chip gráfico sem comprometer tanto a performance e garantir um baixo consumo de energia.

Gráfico NVIDIA Max-Q Design

Dessa forma, temos aqui uma regulagem do desempenho desses produtos através do clock e dos núcleos CUDA. No caso da GTX 1070, a fabricante aumentou o número de núcleos (de 1.920 da GTX 1070 comum para 2.048 na GTX 1070 com Max-Q) e reduziu o clock em cerca de 400 MHz.

Tais mudanças podem dar a impressão de que estamos tratando de outras unidades gráficas, mas você pode ter a certeza de que este é o mesmo GP104 usado em qualquer placa de vídeo. Os ajustes foram feitos para garantir a melhor atuação do componente dentro dos projetos de laptops mais finos. Graças às limitações de frequência, a GPU esquenta menos e o dissipador pode ser menor e mais leve.

NVIDIA Max-Q num laptop Avell

Poucas marcas apostam para valer no segmento de notebooks gamers, sendo que uma das principais fabricantes no mundo a investir pesado nessas máquinas é a Avell. A empresa que já tem longa data no desenvolvimento de soluções para jogos com preços mais camaradas apresenta agora sua versão de notebook com a tecnologia NVIDIA Max-Q.

O modelo Avell Titanium G1570 LITE se destaca tanto pela configuração robusta quanto pelas dimensões impressionantes. Além da GeForce GTX 1070 e do processador Intel Core i7 da linha Kaby Lake, os modelos desta série são ousados nas medidas, já que têm apenas 1,85 centímetros de espessura e pesam somente 1,9 Kg.

Assim, fica bastante evidente o propósito: rodar os games mais modernos com alta qualidade gráfica e garantir a portabilidade. A fabricante nos enviou oo modelo Titanium G1570 LITE 4K (que tem como diferencial a tela 4K e um SSD de alta capacidade de armazenamento). Enfim, temos aqui um modelo que faz parte da nova era de notebooks gamers. Veja as especificações.

Especificações Avell Titanium G1570 LITE - 4K

  • CPU: Intel Core i7-7700HQ de 2,8 GHz
  • Memória: 16GB DDR4 (2.400 MHz)
  • GPU: GeForce GTX 1070 com MAX-Q Design e 8GB GDDR5
  • SSD: Crucial 525 GB
  • Tela: 15,6" IPS com resolução 4K
  • Rede: Intel Dual Band Wireless AC 8265 + Bluetooth
  • Bateria: - 4 células Polymer (55WH)
  • Dimensões: 37,99 cm (L) x 24,89 cm (P) x 1,85 cm (A)
  • Peso: 1,90 Kg

Testes com NVIDIA GTX 1070 Max-Q no Avell Titanium G1570 LITE

Grand Theft Auto V

Apesar de já ter alguns anos de mercado, GTA V continua sendo um jogo bastante jogado e muito exigente. O game da Rockstar conta com uma quantidade absurda de detalhes que colocam muitas placas de vídeo robustas sob grande estresse. Nós sempre rodamos o benchmark do jogo na qualidade máxima (Ultra e com filtros ativados) para conferir a capacidade das GPUs.

GTA V na GTX 1070 Max-Q Design

Conforme você pode conferir no gráfico acima, a performance da GTX 1070 com Max-Q Design é bastante sólida, sendo até mais robusta do que a de placas como a GTX 1060 para desktops e levemente abaixo da GTX 1070 de notebooks mais pesados e robustos (como outros produtos da Avell que trazem o chip gráfico com clocks mais altos).

Ghost Recon Wildlands

Outro jogo pesado que nós costumamos usar em nossos testes é o Ghost Recon Wildlands, que exige muita performance até mesmo de placas robustas como a GTX 1080 Ti. Como de costume, também rodamos o benchmark do game com os níveis mais elevados (Ultra e filtros ativados). Abaixo, você confere as taxas mínimas, máximas e médias de algumas placas:

Wildlands na GTX 1070 Max-Q

O resultado da GeForce GTX 1070 com Max-Q Design também se prova muito convincente no jogo da Ubisoft. A performance é consistente tanto no benchmark quanto na jogatina geral. Os números obtidos nos testes mostram novamente que mesmo com clocks limitados, esta NVIDIA com Max-Q ainda consegue melhores resultados do que a GTX 1060 de desktops e quase empata com a GTX 1070 de outros notebooks.

Temperatura e consumo da GeForce GTX 1070 com Max-Q

Apesar do bom desempenho gráfico nos principais games, é importante ressaltarmos alguns pontos sobre o desempenho geral do Avell G1570 Lite. Primeiro, você deve ter em mente que os números apresentados acima são exclusivamente válidos para quando o notebook está conectado a uma tomada. O consumo da GPU é elevado, o que torna inviável manter a mesma performance na bateria.

Além dessa questão, é válido ressaltar para os joadores que pretendem curtir games fora de casa que a bateria aqui é muito comprometida na hora de atividades pesadas. Mesmo com especificações reduzidas, a GeForce GTX 1070 com Max-Q Design consome muita energia, então a autonomia do componente energético é comprometida significativamente.

Em nossos testes, a bateria do Avell Titanium G1570 Lite 4K durou apenas 45 minutos na hora de rodar o jogo PUBG. A verificação foi realizada com o brilho da tela no nível máximo, então é possível ganhar algum tempo adicional de bateria ao diminuir a luminosidade do display. De qualquer forma, não espere mais do que 1 hora e 30 minutos para jogatina.

Temperatura Avell G1570 Lite

Por fim, nós precisamos falar de dois pontos "falhos" do produto — ao menos quando pensamos na promessa da NVIDIA, que não é devidamente cumprida neste laptop. Segundo as propagandas da fabricante da placa de vídeo, a ideia da tecnologia Max-Q era rodar com pouco barulho e temperaturas tranquilas. Na prática, as coisas são bem diferentes.

Não efetuamos medidas de ruído sonoro, mas o som proveniente das ventoinhas do notebook é alto o suficiente para incomodar durante os jogos e também os colegas que estavam por perto. Em questão de temperatura, a GTX 1070 chega na casa dos 84 graus Celsius e saída de ar alcança 78 graus Celsius. Todo esse calor incomoda na hora de jogar, pois o teclado esquenta e quase queimamos os dedos.

Vale a pena?

Pensando no todo, o Avell Titanium G1570 Lite 4K é um notebook muito bom para quem quer jogar, rodar apps pesados (inclusive para renderização e trabalhos que exigem muito processamento gráfico) e uma performance sólida para qualquer tarefa. A configuração de hardware é muito equilibrada neste modelo, sendo apropriada até mesmo para os jogadores mais exigentes e entusiastas.

Além disso, é importante ressaltar a questão da leveza e portabilidade, algo incomum para notebooks dedicados para jogatina. Este Avell é um produto bonito, fino e leve, o que o torna adequado para quem precisa levar a máquina de trabalho e jogos na mochila. É claro que é preciso colocar isso na balança, já que a potência extra acaba usando muita energia e o design fino prejudica um pouco na temperatura.

No fim, a decisão de compra ainda depende da questão do preço. A Avell tem versões do G1570 Lite que começam na casa dos 8.500 reais e sobem facilmente acima dos 9 mil reais (ainda sem a tela 4K). A configuração de entrada é uma aposta interessante, sendo que é recomendável apenas pensar na inclusão de um SSD.

Avell Titanium G1570 Lite 4K

O modelo que nós testamos (com SSD de 525 GB e tela 4K) custa mais de 10 mil reais, o que está acima do que julgamos válido para a proposta de um notebook gamer desse nível, ainda mais que a tela tem boa resolução, mas um colorido mediano. Vale considerar também que a GTX 1070 com Max-Q não tem performance tão incrível no 4K, então talvez não seja o caso de arriscar nessa opção mais ousada.

O que você achou deste notebook? Gostou da solução da NVIDIA para notebooks mais finos e leves? Conta para a gente se você acha que vale a pena investir nesse tipo de laptop e se o preço deste Avell está condizente com a performance obtida nos jogos. Fiquem ligados que tem The Hardware Show toda sexta-feira.

Cupons de desconto TecMundo: