Uma empresa francesa chamada Qarnot anunciou que vai começar a utilizar chips Ryzen Pro em sua empreitada de aquecer casas durante o inverno. Mas não se trata de uma piada de mau gosto com os produtos da AMD. Longe disso. A Qarnot é conhecida por fabricar aquecedores domésticos e empresariais que utilizam o calor gerado por CPUs para aquecer ambientes. Ao passo que isso acontece, a companhia cria uma rede de servidores na nuvem para processar uma infinidade de tarefas computacionais.

De acordo com o The Register, até pouco tempo, a Qarnot usava três chips Intel Core i7 em seus servidores/aquecedores “Q.rad”. Agora, a empresa resolveu migrar para a plataforma da AMD por conta da eficiência.

O Ryzen Pro está produzindo a mesma quantidade de calor que as CPUs Intel que estávamos utilizando, mas oferece o dobro de núcleos

“O Ryzen Pro está produzindo a mesma quantidade de calor que as CPUs Intel que estávamos utilizando, mas oferece o dobro de núcleos. Em termos de desempenho e funcionalidades, o Ryzen Pro é uma oportunidade fantástica para a Qarnot. Em nossos testes baseados em computação para renderização 3D, vimos um ganho de desempenho entre 30% e 45% na comparação com os i7 que estávamos usando anteriormente”, disse a Qarnot em comunicado oficial.

A empresa também está trabalhando em outros produtos que vão usar a dissipação de calor de CPUs para fins de aquecimento. Ela venceu uma licitação recentemente para aquecer 1.500 casas de programas sociais na região de Bordeaux, na França. Esses lares devem utilizar os novos aquecedores movidos a chips Ryzen. Além disso, a Qarnot pretende oferecer versões do seu aquecedor em forma de caldeira, para fornecer água quente para casas e piscinas.

Cupons de desconto TecMundo: