Se você sofre para ter uma noite de sono de qualidade, saiba que a Philips está trabalhando em um dispositivo vestível que promete melhorar sua experiência na hora de dormir, cuja tecnologia foi apresentada na CES 2018.

O SmartSleep, como é chamado, consiste em um curioso acessório a ser vestido em sua cabeça, repleto de sensores capazes de detectar nossa atividade cerebral. Conectado a um app para celular, o dispositivo analisa e recorda os dados de seu sono, além de saber reconhecer em que estado de sono você está.

Ao detectar que você entrou na fase de sono profundo, por sua vez, o SmartSleep utiliza um conjunto de alto falantes para tocar ruído branco lentamente, em um padrão repetitivo. Isso, segundo a Philips, promete melhorar sua qualidade de sono e, de acordo com estudos feitos em pequena escala pela empresa, podem até melhorar nossa memória.

Achou a proposta familiar? Pois é, não é à toa: a ideia do aparelho é idêntica à do Dreem, um dispositivo de sono anunciado quase seis meses atrás. O mais curioso é que os dispositivos se parecem tanto em aparência quanto no funcionamento – com a diferença, no entanto, de que o SmartSleep vai chegar nos próximos meses por US$ 100 a menos do que os US$ 499 de seu competidor.