A Lenovo apresentou hoje (09) durante a CES 2018 o primeiro óculos de realidade virtual para a plataforma Google Daydream que não requer um smartphone inserido para funcionar. O dispositivo tem todos os componentes eletrônicos necessários para oferecer experiências em VR, tudo baseado na plataforma Snapdragon 835 VR da Qualcomm.

Permitir que a pessoa se mova dentro de sua experiência de realidade virtual

São 4 GB de RAM no aparelho, que possui a sua própria bateria e controle wireless, tornando o uso completamente sem fio. Há duas câmeras na parte da frente para rastrear as informações do ambiente e, dessa forma, permitir que a pessoa se mova dentro de sua experiência de realidade virtual. O raio de movimento é de apenas 1,5 m, mas, no Daydream View original da Google, o usuário só podia virar a cabeça de um lado para o outro. Movimentos para frente, para trás e para os lados não eram registrados.

Vale destacar ainda que o dispositivo tem duas telas LCD com resolução de 1280 x 1440 para cada olho. Ao todo, são 64 GB de espaço de armazenamento nativo, mas é possível expandir isso com cartões micro SD. A expectativa de autonomia de bateria para o aparelho é de 7 horas de jogo.

mirage solo

O design do aparelho meio que combina o que já vimos no Samsung Odyssey e no PlayStation VR. Contudo, é interessante destacar que este é um dos aparelhos do gênero mais pesados já lançados. Ele tem 645 g, mas a sua qualidade de construção parece compensar a situação e deixar o equipamento relativamente firme na cabeça dos usuários.

A Lenovo pretende vender o Mirage Solo por US$ 449 no mercado norte-americano (equivalente a R$ 1.459 na cotação de hoje desconsiderando impostos) a partir do segundo trimestre do ano.

Cupons de desconto TecMundo: