Junte as principais tecnologias esperadas para os próximos anos, aliadas a um conceito de design arrojado e funcional, e você se deparará com o protótipo do carro inteligente apresentado pela Byton na CES 2018. É elétrico, como era de se esperar, vem equipado com 5G e ainda tem a Alexa da Amazon como assistente virtual. O recheio desse novo SUV chama atenção e provoca suspiros em quem é apaixonado por carros e tecnologia.

 

Com tantas inovações futuristas, era de se esperar que esse carro fosse lançado só em meados da próxima década. Contudo, ao que tudo indica isso acontecerá bem antes, pois a marca tem preço e data de lançamento previstos. A fabricante informou durante a feira que o smart car será lançado até o final de 2019 na China, onde fica a sua sede, e durante o ano de 2020 na Europa e nos EUA.

Ah, mas não o espere por aqui, ok? De acordo com o  planejamento da empresa chinesa, que tem alguns fundadores que já passaram por Apple, Tesla e BMW, o valor previsto para o lançamento será de 45 mil dólares, em média. Achou alto o investimento? Conheça o cara um pouco melhor e tire suas conclusões.

A Byton afirma que seu novo carro foi desenvolvido desde o chão de fábrica para ser elétrico. Ou seja, não há espaço algum para componentes como motores a combustível. Ele foi projetado em dois modelos: um com uma bateria de 71 kWh, que pode fazer até 250 milhas com essa carga, e outro com bateria de 95 kWh, o suficiente para alcançar 325 milhas.

Porém, se no meio do caminho o motorista vir a necessidade de recarregar o carro, ele tem capacidade de alcançar carga para 150 milhas em 20 minutos, a depender da estação usada.

Autonomia

O modelo foi projetado para ser autônomo e tem todo o suporte para que isso funcione muito bem. Segundo a marca, a autonomia é para dar ao condutor a oportunidade de fazer outras coisas e aproveitar melhor a estrada. Porém, essas questões dependerão de legislação própria para condução autônoma, que ainda cambaleia em alguns países, por falta de maior confiança nas marcas, como os problemas da Uber, e também por adaptação das vias.

São raros os momentos em que o condutor precisará tomar a direção, segundo a fabricante, pois ele tem o sistema de nível 3, que dá autonomia ao carro, mas requer a presença humana em alguns casos. Ele será um dos primeiros elétricos do mundo nessa categoria. A empresa planeja equipá-lo com um sistema do nível 4 no decorrer da sua vida útil, permitindo a autodireção total. 

Conexões 

A Byton pretende equipar o seu carro inteligente com a tecnologia 5G, porém isso dependerá da disponibilidade da conexão na data do lançamento. Além disso, a marca embutiu suas antenas de forma que elas não ficassem expostas como em carros comuns, deixando o design mais elegante, sem prejuízos.

Aliás, tecnologia é o que não falta, já que o carro terá a capacidade de saber quem são os passageiros, através do reconhecimento facial presente no protótipo. E grande característica do modelo, seguindo a linha de interatividade, é a possibilidade de girar os bancos, para que os passageiros fiquem de frente uns para os outros, enquanto o carro dirige sozinho. Dessa forma, viajar de carro ficaria muito mais interessante.