Qualcomm pode ter resolvido dois dos maiores problemas dos headphones sem fio. Quem usa bastante esse tipo de dispositivo sabe que a duração da bateria é um problema – a frequência com a qual vamos ser deixados na mão é bastante alta. A outra dor de cabeça é ouvir música onde há muita interferência de sinais externos, geralmente locais públicos cheios de gente, o que acaba cortando a transmissão de áudio o tempo todo.

O chip também tem um poder de transmissão muito mais forte, evitando que os sinais externos interfiram na comunicação do headphone com o dispositivo fonte do áudio

Usando um novo chip, a Qualcomm acredita que esses problemas podem ser resolvidos. “É um grande passo à frente na categoria de áudio”, disse Anthony Murray, vice-presidente sênior e gerente geral da unidade de negócios de voz e música da empresa. Segundo ele, o chip QCC5100 reduz o consumo de bateria em 65%, o que daria a um novo headphone três vezes mais autonomia que os modelos comuns.

a

Econômico, mas poderoso

Além disso, o chip também tem um poder de transmissão muito mais forte, evitando que os sinais externos interfiram na comunicação do headphone com o dispositivo fonte do áudio. Com uma capacidade de processamento que é o dobro dos chips já fabricados anteriormente pela Qualcomm, o QCC5100 pode abrir um leque amplo de possibilidades para novos produtos, como um sistema de neutralização de ruído mais robusto e uma assistência auditiva mais inteligente.

Ainda não há no mercado nenhum headphone que use os novos chips da Qualcomm, mas empresa garantiu que já trabalha em parceria com fabricantes especializados na categoria para lançamentos em um futuro próximo.