A fabricante Xiaomi não repetiu o ano passado com uma conferência grandiosa e transmitida ao vivo para todo o mundo. Porém, isso não significa que a marca chinesa não trouxe menos novidades para a CES 2018.

Para começar, a empresa anunciou o lançamento de dois óculos de realidade virtual. O primeiro deles não é exatamente novidade: o Oculus Go foi anunciado em outubro do ano passado como primeiro produto standalone da própria Oculus (ou seja, sem precisar de um PC conectado), mas a Xiaomi não havia sido anunciada com a parceira responsável na produção.

Além disso, a Xiaomi anunciou o Mi VR Standalone, um headset VR próprio baseado em tecnologias da Oculus. Esse produto, entretanto, será exclusivo da China — muito provavelmente até para não competir com o Oculus Go. Ambos terão um processador da Qualcomm dentro: o Snapdragon 821, modelo que está presente em tops de linha como o LG G6 e o Google Pixel.

Três pessoas.Barra e representantes da Xiaomi e Qualcomm: parceria que já rende frutos.

As duas novidades foram anunciadas durante a apresentação da Qualcomm por Hugo Barra, o brasileiro que é ex-executivo da Xiaomi e saiu de lá para assumir o setor de VR no Facebook. Alguém duvida que ele foi essencial para as negociações? O Oculus Go sai no começo de 2018.