Nós já comentamos aqui sobre a qualidade dos produtos da SteelSeries, mas até agora nossos reviews foram restritos a produtos de entrada ou intermediários da marca. Desta vez, porém, trazemos um dispositivo top de linha, que promete inovação e tecnologia para os jogadores que buscam novidades que melhorem a experiência de verdade.

Considerado por muitos especialistas como um dos produtos mais impressionantes da CES do ano passado, o mouse SteelSeries Rival 700 foi lançado para revolucionar o segmento e levar mais recursos ao jogador. Como você já deve imaginar, ao falar em “top”, estamos tratando aqui de um produto com todas as regalias do momento: sensor de alta precisão, RGB e mais.

Pois é, mas além do design premium, este modelo tem algumas características que prometem deixar sua experiência com os jogos mais completa, como um sistema de resposta tátil e até um display OLED. Será que essas novidades, aliadas ao sistema de personalização via software da fabricante dinamarquesa, conseguem superar as propostas dos concorrentes? Vamos ver!

Especificações

Dados SteelSeries Rival 700

Uma obra de arte nas suas mãos

Quando falamos em periféricos, é raro termos notícias de algo realmente inovador — o que é um tanto comum para esse mercado, já que a maiorias das fabricantes realiza movimentos muito similares em direção a melhorias em seus produtos. Isso é perceptível pela onda dos sensores de altíssima resolução, pela adição de LEDs e por outras funções que vimos em muitos mouses.

A SteelSeries, no entanto, fez uma jogada ousada, no ano passado, ao lançar o mouse Rival 700, que apresenta muitos diferenciais. Alguns são apenas estéticos, mas outros são focados na funcionalidade. No geral, fica visível que a marca tem sua cara própria, algo que já pode ser válido em uma área em que muitos seguem conceitos tão parecidos.

Bom, em termos de design, é preciso salientar primeiro que estamos tratando aqui de um periférico de tamanho razoável, sendo adequado para mãos grandes e pequenas. A curvatura superior do produto garante uma pegada confortável, independente se você repousa toda a palma da mão, deixa os dedos arcados ou mantém a mão na posição de garra.

Visual SteelSeries Rival 700

E não se trata apenas do desenho funcional nessa área, mas também do cuidado nas áreas laterais, que agregam conforto à pegada. Com regiões de borracha do tipo antiaderente, os detalhes nessas regiões garantem que os dedos se ajustem bem ao produto. No lado esquerdo, ainda temos três botões de fácil acesso.

Falando em qualidade, os botões são bem resistentes e prometem suportar milhões de cliques. Contudo, se você se incomoda com barulhos, é possível que o som proveniente das ativações nos dois botões principais acabe atrapalhando um pouco. Os demais botões são mais resistentes e não parecem ter a mesma maleabilidade, então fazem sons mais suaves.

Apesar dessas boas sacadas, é válido constatar que este mouse é destinado para pessoas destras (toda a série Rival é focada em jogadores que usam a mão direita, o R no nome é de "Right Handed"). Isso deixa o produto limitado a uma determinada parcela de usuários, pois ele não deve atender bem aos canhotos.

Display OLED Rival 700

Conforme já comentamos, outro grande diferencial é o display de OLED, instalado no lado esquerdo do periférico. Por padrão, o Rival 700 exibe o logotipo da SteelSeries, mas você tem a opção de personalizar tal região com qualquer desenho, desde que seja preto e branco e limitado à resolução de 128x36 pixels.

É válido notar que tal item pode ser apenas um adereço para alguns jogadores, dado o posicionamento pouco convencional e que dificulta uma aplicabilidade no dia a dia. Contudo, há funções que podem ser programadas para determinados jogos, sendo possível exibir pontuações e outros status.

Focado nos jogadores mais exigentes e competitivos, o SteelSeries Rival 700 ainda tem um diferencial sobre os produtos concorrentes. Ele conta com peças modulares, como o cabo, a tampa e o sensor, que podem ser trocados com facilidade. No caso do cabo, a fabricante envia duas opções com diferentes comprimentos (1 e 2 metros) e materiais (trançado e comum).

Hardware absurdo

Design é uma característica importante, mas é claro que a performance de um mouse gamer está diretamente ligada a uma peça fundamental: o sensor. No caso deste SteelSeries, temos aqui o modelo PixArt PWM3360, composto de um sensor de navegação e de um componente de infravermelho com LED.

Trata-se de um dos modelos mais avançados do mundo, com resolução de até 12.000 CPI, o que, na teoria, pode garantir resolução de até 24.000 DPI. O Rival 700 vem configurado para 16.000 DPI, o que já é mais do que suficiente para as atividades mais exigentes, sendo ideal para telas em 4K ou displays do tipo Ultra Wide.

Sensor SteelSeries Rival 700

É importante notar que, graças à sua versatilidade, este sensor pode trabalhar com valores reduzidos de DPI, algo que é ajustável através do software Engine. O jogador pode configurar dois valores de DPI por perfil e criar várias configurações distintas para diferentes programas e situações.

Jogatina aprimorada

Quando você pensa em interação com o software, qual é uma das coisas que mais fazem falta no computador? Se você respondeu feedback, acertou na mosca! Pois é, alguns gamepads de consoles e PCs já trazem recursos para tal função, mas é bem pouco provável que você já tenha testado um mouse com esse tipo de recurso.

Eis aqui um dos grandes diferenciais do SteelSeries Rival 700: um sistema de resposta tátil. Através de um sistema de vibração interna, o componente pode dar a sensação de que o jogador está com uma arma na mão, já que ele vibra a cada tiro disparado, como se fosse possível sentir o “coice” da arma.

Vibração SteelSeries Rival 700

É interessante notar que, através das opções do SteelSeries Engine, o jogador tem a opção de adicionar o efeito de vibração em qualquer botão ou atividade, podendo até regular a intensidade. Para algumas pessoas, tal funcionalidade pode parecer simples, mas há jogos que trazem perfis especiais e garantem ainda mais interação, como é o caso de DOTA 2 e CS:GO.

Quer um exemplo? Você pode configurar o mouse para que, durante uma partida de DOTA 2, ele vibre em ciclos de um segundo, de forma lenta e em loop, simulando um batimento cardíaco quando o indicador de vida está abaixo de 20%. Para algumas pessoas, dependendo da configuração, esses truques podem deixar as partidas muito mais emocionantes.

Vale a pena?

O SteelSeries Rival 700 é, possivelmente, o melhor mouse que já testamos. Não apenas pelo bom desempenho que ele tem com seu sensor muito preciso, mas também por trazer inovações pertinentes para o jogador. A fabricante dinamarquesa demonstra acompanhar as necessidades dos gamers ao incluir funcionalidades que vão além do básico.

Sim, design e ergonomia são prioridades aqui, de forma que ele entrega conforto para quem pretende passar horas em frente ao computador. Todavia, os recursos adicionais, como o sistema de feedback tátil e também as configurações de luzes e tela OLED — configuráveis pelo software intuitivo —, são novidades que acabam incrementando a jogatina.

Display OLED Rival 700

Falando como alguém que usa diariamente um EVGA X10 e que já testou inúmeros produtos similares de outras marcas, inclusive HyperX, Razer e Logitech, acredito que a SteelSeries se equipara às concorrentes no quesito qualidade de construção e desempenho, mas as supera com a tela OLED e o sistema de vibração. Para alguns, tais recursos podem ser desnecessários, mas quem busca novidades tem aqui uma ótima opção.

É claro que um periférico desse nível tem seu preço um tanto elevado, ainda mais no Brasil. Lá fora, o SteelSeries Rival 700 custa 75 dólares, mas aqui ele chega por 570 reais — com valores que podem subir um tanto de acordo com a loja e a forma de pagamento. Aos entusiastas de plantão, o investimento é totalmente válido; porém, se a sua praia é custo-benefício, este não é o produto adequado.

LEDs RGB SteelSeries Rival 700

Enfim, sempre temos esta complicação do preço em nossas análises, ainda mais em produtos premium, dado que eles são importados e temos custos de importação, logística e outros agregados ao valor original. Por outro lado, o consumidor ganha garantia e assistência, então o investimento, muitas vezes, acaba compensando.

Minha sugestão é simples: se você também ficou apaixonado por este modelo, vale aguardar uma promoção e adquirir o produto quando ele estiver abaixo dos 500 reais. Em termos de qualidade e funcionalidade, não tenha dúvida de que você vai ter muita satisfação com o Rival 700. Recomendamos o produto e deixamos nossos parabéns à SteelSeries.