Ainda não temos detalhes sobre as especificações dos óculos de realidade virtual da Lenovo para a plataforma Daydream da Google, mas o dispositivo já foi flagrado nos registros de homologação do FCC, o correspondente norte-americano para a nossa Anatel.

O dispositivo se chama Mirage Solo e deve funcionar sem a necessidade de usar um smartphone Android dentro. Em outras palavras, não se trata apenas de um visualizador totalmente dependente do celular. Ele terá seu próprio hardware, incluindo tela, chipset, GPU e tudo mais.

lenovo

Para funcionar com o Daydream, o Mirage Solo terá que contar com o Android como sistema operacional base. Contudo, espera-se que a Lenovo trabalhe nesse software de forma a não permitir o acesso a outros apps que não os instalados a partir da plataforma Daydream. Por isso, o sistema deve ser mais simplificado e leve, talvez oferecendo um desempenho superior ao que um celular Android comum entregaria dentro de um acessório como o Daydream View, feito pela própria Google.

Além da Lenovo, a Google havia firmado uma parceria com a HTC para que essa marca também produzisse um dispositivo de VR independente para o Daydream. A companhia de Taiwan, entretanto, anunciou que não estava mais trabalhando nesse projeto e, em vez disso, focaria na sua própria plataforma, a Viveport.

O que já sabemos sobre o Mirage Solo da Lenovo, contudo, é que ele terá uma bateria de 4.000 mAh e conectividade Bluetooth 5.0. Dados da opção de processador, memória RAM e qualidade da tela não foram revelados nos registros do FCC.

Cupons de desconto TecMundo: