Os assistentes domésticos inteligentes, como Google Home e Amazon Echo, fatalmente precisam da sua voz para funcionar. Tudo isso acaba se tornando um dado que é transferido para um servidor, para ser interpretado e retornar o resultado do que você pediu.

Para muitos, a ideia de ter um dispositivo ouvindo você a todo instante pode ser meio incômoda, mas será que há mesmo um motivo para se preocupar? Bem, embora os microfones do Google Home e do Amazon Echo estejam sempre ativados, eles não ouvem você efetivamente a menos que você use a palavra de acionamento – o “Ok, Google” ou “Alexa”.

Isso quer dizer que, a princípio, não, a Amazon e a Google não estão gravando tudo o que você fala. É apenas depois das palavras de acionamento que os dispositivos passam a gravar efetivamente, deletando as informações da nuvem logo em seguida.

google home amazon echo

O aparelho em si, na verdade, não apresenta nem de longe um risco, visto que o processamento dos dados de fato é feito por um servidor bem longe e é nele que as informações ficam até que você opte por deletá-las – algo que é bem fácil de se fazer, diga-se: no caso do Amazon Echo, basta acessar um site, ir para a lista de dispositivos, escolher o Echo e ir na opção de gerenciamento de gravações de voz. Para o Google Assistant, também há uma página na qual é possível deletar suas solicitações de voz.

Na pior das hipóteses, os aparelhos vêm com botões “mute”, para silenciar a audição dos dispositivos – o que, por outro lado, acaba tirando sua principal finalidade também.

Cupons de desconto TecMundo: