Sony resolveu resolveu apostar na nostalgia e reviveu o Aibo, o cão robótico que foi um sucesso no fim da década de 1990 e começo dos anos 2000.

O novo modelo é uma versão bem atualizada em relação ao último que saiu antes da descontinuação oficial, em 2006. Ele tem um design mais trabalhado e com curvas. Ele responde a comandos de voz, é capaz de fazer truques como um cachorro de verdade e tem olhos de OLED que expressam as mais diversas emoções.

Você pode conectar um chip no bicho para conectá-lo à rede e até analisar o que ele está visualizando e ouvindo, assim como acessar conteúdos de outros Aibos compartilhados pelos donos. Ele agora aprende com o tempo — tanto a desviar de obstáculos quanto a entender o que você mais gosta de fazer com ele.

O Aibo chega ao mercado em um momento de assistentes "frios" e de aparência mais neutra, mas o objetivo dele é mais ser uma companhia do que um assistente pessoal. A bateria dura apenas duas horas e leva outras três para carregar 100% novamente.

Por enquanto, o novo Aibo só vai ser comercializado no Japão. A pré-venda começou nesta quarta-feira (1º) no site da Sony e as unidades só começam a ser enviadas em janeiro de 2018. E a brincadeira sai tão cara quanto manter um "pet" de verdade: o companheiro mecanizado sai por 179 mil yen (cerca de R$ 5,68 mil) sem contar acessórios vendidos separadamente.

Cupons de desconto TecMundo: