Nélio José Nicolai, inventor do Bina, um antigo sistema de identificação de chamadas, morreu em Brasília na última quarta-feira (11) aos 77 anos. O sepultamento de Nicolai foi realizado ontem, mas apenas hoje a família informou oficialmente à imprensa o ocorrido. O inventor faleceu em decorrência de complicações pulmonares resultantes de um acidente vascular cerebral que sofreu há 5 meses.

Nicolai é nacionalmente conhecido por ter inventado o sistema de identificação de chamadas conhecido como Bina, ou “binary identifier number address”. Apesar disso, múltiplas patentes foram registradas para o mesmo propósito no Brasil e no mundo, e o título de “inventor do identificador de chamadas” é um tema polêmico.

Ainda assim, Nicolai foi a personalidade mais conhecida sobre o assunto por conta da popularização dos aparelhos de identificação de chamadas para telefones fixos anos 1990. Sua patente não cobria a utilização de recursos similares em celulares, e, por isso, Nicolai vinha lutando na Justiça para receber royalties sobre o serviço que as operadoras móveis entregavam aos clientes.

Nélio José Nicolai

O primeiro identificador de chamadas do mundo foi criado pelo pesquisador grego George Paraskevakos. A concepção do aparelho pelo inventor aconteceu em 1968, e a patente do brasileiro data de 1992. O INPI emitiu a carta de registro (PI9202624-9) a Nicolai em 1997, mas ele nunca conseguiu fazer as operadoras locais pagarem pelo uso da tecnologia. Os efeitos de sua patente estão suspensos desde 2003.

Em uma entrevista à agência AFP em 2013, Nicolai disse que as operadoras que ele contatou para tratar sobre o uso da patente nunca foram receptivas. “Uma das empresas me disse: ‘vá à Justiça, talvez seus bisnetos recebam algo’. Então eu decidi defender os direitos dos meus bisnetos”, revelou. Não sabemos se a família de Nicolai deve continuar perseguindo a ação.

Cupons de desconto TecMundo: