A FAA, entidade responsável pela regulação da aviação civil nos Estados Unidos – o que também incluiu a pilotagem de drones –, emitiu uma nota em seu site oficial proibindo o voo desses dispositivos próximos a pontos turísticos ou outros marcos importantes do país, incluindo, por exemplo, a Estátua da Liberdade.

O documento, divulgado por meio da conta oficial da FAA no Twitter, conta que foi decidido pela autoridade da agência que o voo não autorizado de drones está proibido em 10 localidades dentro dos Estados Unidos incluindo uma área de 122 metros no entorno das bordas desses locais.

Esses lugares são:

  • O Monumento Nacional da Estátua da Liberdade, em Nova York
  • O Parque Histórico Nacional de Boston, em Boston
  • O Parque Histórico Nacional da Independência, na Filadélfia
  • A Barragem de Folsom, em Folsom
  • A Barragem de Glen Canyon, em Lake Powell
  • A Barragem de Grand Coulee, em Grand Coulee
  • A Barragem Hoover, em Boulder City
  • O Memorial Nacional de Expansão Jefferson, em St. Louis
  • O Memorial Nacional Monte Rushmore, em Keystone
  • A Barragem Shasta, em Shasta Lake

A restrição vai começar a valer a partir de 5 de outubro e todas as informações, incluindo um mapa interativo dos locais proibidos, podem ser acessadas por meio do aplicativo B4UFLY da FAA. Quem for pego ultrapassando esses limites determinados pela agência vai estar sujeito a penalidades civis e acusações criminais.

Cupons de desconto TecMundo: