Dubai testa primeiro drone para serviço de “táxi aéreo sem piloto”

1 min de leitura
Imagem de: Dubai testa primeiro drone para serviço de “táxi aéreo sem piloto”
Avatar do autor

A cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, já havia informado que seria a primeira no mundo a contar com um serviço de táxi aéreo completamente automático, ou seja, sem pilotos. Nesta semana, parte dessa promessa começou a se concretizar. A empresa alemã Volocopter testou na última segunda-feira (26) o seu drone para duas pessoas que possui 18 hélices.

O drone funciona de forma automática, mas pode ser pilotado por pessoas em solo. Dentro da aeronave, vão apenas dois passageiros que não podem controlar o equipamento. O voo de segunda-feira foi feito com o príncipe xeique Hamdan bin Mohammed, que passeou no drone por cinco minutos em uma altitude de 200 m acima de um banco de areia.

Dorne da Volocopter

Apesar de a demonstração ter sido curta, o equipamento tem a capacidade de voar por até 30 minutos atualmente e é guiado exclusivamente por GPS. A Volocopter, empresa do mesmo grupo que controla a Mercedes Benz, já trabalha em implementar uma série de sensores para aumentar a segurança do drone. Com os novos equipamentos, ele poderia evitar obstáculos automaticamente no ar, não batendo, portanto, em outros drones ou prédios.

De acordo com a Reuters, a ideia da cidade de Dubai é ter um serviço de táxi aéreo completamente automático nos próximos cinco anos. A frota seria constituída por veículos autônomos, e os passageiros poderiam chamar um drone através de um app, bem ao estilo Uber.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Dubai testa primeiro drone para serviço de “táxi aéreo sem piloto”