Que a verdade seja dita: por mais que sejamos capazes de criar robôs que andam sobre duas pernas de maneira consideravelmente eficiente, ainda estamos longe de fazer isso de forma natural como um humano o faz. Pesquisadores suíços, porém, estão trabalhando em uma nova tecnologia de robôs que consegue se mover como nós.

Qual o segredo por trás disso? A resposta é mais simples do que parece. O COMAN (“Compliant Humanoid”), como é chamado, utiliza uma combinação de juntas elásticas com um algoritmo que o dá uma compreensão sobre seu próprio corpo, ajudando-o a compensar cada movimento.

Basta conferir o vídeo logo abaixo para ver o resultado. Embora sua movimentação ainda esteja bem longe de ser uma representação real de um humano, ela já é muito mais natural do que a de um autômato comum. Além disso, ele consegue carregar objetos, andar por superfícies irregulares e até compensar imprevistos, como se equilibrar ao receber um empurrão.

Pode não parecer um grande avanço, é claro, apenas observando tudo isso. Mas basta notar que, para algo assim, o robô precisa saber o posicionamento exato de cada membro para não acabar tropeçando em si mesmo ao tentar recobrar o equilíbrio. Pois é, o avanço já é bem mais complicado do que parece.

É claro que ainda há um longo caminho até que isso tudo chegue à tão almejada movimentação natural para os robôs. Mesmo assim, a equipe ainda tem planos para utilizar esses autômatos em tarefas como resgatar sobreviventes em áreas urbanas (cujo ambiente foi projetado para seres bípedes) e até ajudar em carregar objetos. Resta torcer que isso não demore para dar frutos.

Cupons de desconto TecMundo: