A linha de placas Republic of Gamers já ficou bastante conhecida pela qualidade excepcional e pelos designs incrementados para deixar os PCs entusiastas mais ousados. Entre tantas subséries, a ASUS vem apostando muito na Strix, voltada especialmente para os jogadores.

Nós já testamos várias placas dessa família e geralmente ficamos surpresos pelas propostas originais da marca. Neste ano, a fabricante apresenta uma placa especial para os novos chips da série Intel Extreme: é a ASUS ROG STRIX X299E-Gaming.

A principal novidade é o novo socket e chipset, prontos para as mais recentes CPUs. Contudo, assim como as placas similares que já testamos no passado para essa série de chips, essa nova versão vem pronta para trabalhar com múltiplas placas de vídeo, memórias com overclocking, chip de áudio de qualidade, bem como recursos de conectividade de última geração.

Aproveitando um processador Intel Core i9-7900X, nós pudemos extrair todo o potencial da placa em vários cenários que exigem muita performance. Além disso, nós experimentamos todos os recursos de iluminação, que conferem à peça uma identidade única e muito chamativa. Vamos conferir os detalhes dessa placa robusta.

Especificações

Capricho no design

Não há como negar que a STRIX X299E-Gaming tem uma composição visual bem planejada. De forma similar ao que vimos na STRIX X99 e outras peças, essa nova versão também tem o PCB (placa de circuito impresso) na cor preta, com os slots PCI-Express e de memórias em tons escuros. Alguns elementos são na cor prata e há dissipadores com formatos diferenciados.

Claro, parte dessa concepção se deve também às características provenientes do chipset e da compatibilidade com processadores mais robustos. O arranjo de oito slots de memória é um diferencial importante aqui, já que permite configurações robustas e ainda deixa o design arrojado ao manter o soquete centralizado.

A fabricante fez um ótimo trabalho na disposição dos componentes, que são posicionados para facilitar a montagem e a manutenção das peças, porém a disparidade entre os slots PCI-Express parece esquisito em um primeiro olhar e pode dificultar a instalação de três placas de vídeo, mas há motivos para tal decisão.

Pelo visto, a decisão se deu para incluir mais slots de expansão e permitir a combinação de duas placas de vídeo com diferentes espessuras — mas isso pode ser meio complicado para alguns gabinetes apertados. Felizmente, esse layout diferenciado não atrapalha na instalação do módulo M.2 próximo ao chipset.

Os dissipadores e protetores plásticos distribuídos ao redor da placa criam um conjunto muito chamativo. Ainda que nem todas as peças sejam de metal, todos os itens são estrategicamente posicionados para garantir proteção aos principais componentes. O destaque nessa parte, contudo, fica para o dissipador do chipset e do slot M.2 com o ícone ROG.

O sistema de iluminação da ASUS ROG STRIX X299E-Gaming também precisa ser mencionado. A faixa de LEDs próxima ao logotipo STRIX se destaca, porém o componente de acrílico com a sigla ROG é o que mais clama por atenção no centro da placa. Com LEDs RGB e tecnologia AURA Sync, todas as luzes podem ser configuradas para combinar com todo o seu PC.

O chip de áudio, capacitores e amplificadores ficam instalados à esquerda da placa, mas, desta vez, o componente de áudio fica quase escondido. Há um protetor acima dele para evitar possíveis danos às peças. A presença dos capacitores Nichicon também chama atenção, sendo um diferencial já carimbado dessa linha de placas.

Os conectores internos foram instalados de forma inteligente, dando espaço para o manuseio de todos os componentes. A ASUS ainda envia no pacote do produto um adaptador para os cabos do painel frontal do gabinete, o que facilita muito a instalação dos componentes sem necessitar do manual de instruções.

A chegada do chipset X299

A ASUS ROG STRIX X299E-Gaming é uma placa que vem para dar um upgrade na série de produtos da fabricante. Ela conta com as mais recentes tecnologias, incluindo o novo chipset para processadores Extreme, o que significa um salto significativo sobre o dispositivo similar da geração anterior.

O Intel X299 já dá suporte para a nova tecnologia de memórias Intel Optane, sendo então compatível com a já consagrada tecnologia Intel Rapid Storage (inclusive para componentes do tipo PCI). Fora isso, ele se destaca pelas tecnologias Intel Management Engine Firmware e Intel Extreme Tuning Utility (XTU), ideal para aumentar o desempenho da máquina.

Esse modelo oferece suporte para até 14 portas USB (sendo até 10 do tipo 3.0 ou 14 do tipo 2.0), conectividade para até oito dispositivos SATA 3.0, componente PCI Express (x1, x2, x4 e x16) para até 24 linhas (apesar de que há CPUs específicas que podem usar mais linhas). Além disso tudo, ele dá acesso ao overclocking facilitado pela BIOS e via software.

Além de todas essas mudanças, o chipset faz a comunicação com o novo socket LGA 2066, que já tem suporte para memórias mais rápidas e comunicação com placas PCI-Express 3.0 em configurações de até duas placas x16 e mais uma em x8. A velocidade do barramento chega a 8 GT/s.

Apesar de ser um chipset bem recente, a Intel ainda manteve a fabricação desse componente com litografia de 22 nanômetros. No entanto, ele ainda é pequeno e o consumo é exemplar, com TDP de apenas 6 watts. Alguns recursos podem ser levemente diferentes quando o chipset é pareado com uma CPU Intel Core i9.

Compatibilidade com toda uma nova linha de processadores

A ASUS STRIX X299E-Gaming é uma placa que vem para entregar performance máxima para gamers entusiastas e profissionais que necessitam de recursos avançados em tarefas robustas. Assim, a ASUS projetou essa placa para trabalhar exclusivamente com os processadores Intel Extreme.

Todavia, diferente de placas similares do passado, essa nova peça tem compatibilidade com várias CPUs voltada aos consumidores que buscam diferentes níveis de performance. Com a reformulação da série Extreme, a Intel agora disponibiliza modelos Intel Core i5, Core i7 e os novos Core i9 para o soquete LGA2066.

Segundo a informação da fabricante, o consumidor pode instalar os seguintes modelos: Intel Core i5-7640K, Intel Core i7-7740K, Intel Core i7-7800X, Intel Core i7-7820X, Intel Core i9-7900X.

Basicamente, isso significa que você pode começar seu setup com um modelo intermediário, como o Intel Core i5-7640K, que já tem multiplicador destravado e performance superior aos dispositivos da categoria. Posteriormente, quando sentir necessidade, o soquete avançado garante um upgrade considerável, até para modelos de 10 núcleos.

Essa placa-mãe vem com a TurboV Processor Unit (TPU), uma unidade que oferece controle de tensão preciso e monitorização avançada para a CPU. Combinado com o chip dedicado de base-clock (BCLK), esse sistema melhora o controle de overclocking, garantindo estabilidade e resultados eficientes. A fabricante promete overclocking de até 400 MHz.

Suporte para Memórias DDR4 com overclocking

Em configurações para jogos e entusiastas, a memória RAM desempenha um papel muito importante, sendo uma característica que impacta diretamente em inúmeros cenários. Considerando que essa placa traz um dos chipsets mais avançados da Intel, nós já tínhamos a certeza de que ela teria o suporte avançado para componentes com overclocking.

Pois bem, a ASUS STRIX X299E-Gaming tem oito slots para memórias do tipo DDR4, sendo capaz de trabalhar com até 128 GB, ou seja, em uma instalação de oito módulos de 16 GB. Graças ao chipset X299, as peças podem operar em modo quad-channel com as CPUs i9, configuração que entrega maior performance em tarefas que usam mais banda de memória.

 

Para entregar performance elevada ao jogador ou ao profissional que busca extrair o máximo de sua máquina, a ASUS incluiu o suporte para componentes de altíssimo desempenho. Essa placa-mãe aceita memórias DDR4 com clock de até 4.133 MHz. Vale constatar, no entanto, que também é possível usar opções com frequências menores.

SLI e CrossFire para até três placas de vídeo

Considerando o foco em jogos, é bastante natural uma placa de tal porte contar com suporte para tecnologias de múltiplas placas de vídeo. De qualquer forma, são surpreendentes as possibilidades de instalação com os processadores mais recentes, que entregam até 44 linhas de comunicação via PCI-Express.

A STRIX X299E-Gaming conta com três slots PCI-Express x16 para instalar modelos da NVIDIA em SLI ou AMD em modo CrossFire. Assim, a ASUS preparou essa placa para rodar com até três placas de vídeo em conjunto, sendo duas em x16 e uma em x8.

Conforme já comentamos, a disposição é um tanto diferenciada, mas isso não é impeditivo para o CrossFire (que funciona diretamente via barramento) ou mesmo para placas da série GTX 900, que ainda usavam pontes diferenciadas.

Obviamente, considerando as novas placas GeForce GTX 1000 de arquitetura Pascal, o consumidor só pode utilizar duas placas, já que os chips gráficos são limitados para funcionar somente nesse modo quando em SLI.

Para os gamers que apostam na tecnologia da NVIDIA, a ASUS já envia uma ponte para SLI de duas placas, mas soluções para configuração tripla ficam por conta do consumidor. As placas mais modernas da AMD não precisam desse tipo de recurso, portanto a fabricante não inclui tal acessório na embalagem.

Som incrível e rede de alta qualidade

Tal qual já vimos em outras placas ASUS, a marca aposta novamente no famoso processador de áudio SupremeFX, que garante qualidade elevada para os jogos. Associado com dois amplificadores, esse chip oferece reprodução em 7.1 canais e múltiplas transmissões de sons em estéreo para o painel frontal.

O chip de áudio ainda é revestido para evitar interferências eletromagnéticas e conta com propriedades que impedem alterações de tensão. Outro destaque aqui são os capacitores NICHICON, os quais entregam áudio de altíssima qualidade. Os conectores de áudio no painel traseiro, que são banhados a ouro, também ajudam a entregar um som mais limpo.

O chip de rede é o Intel I219-V, que garante boas transmissões online ao evitar o consumo excessivo da CPU e disponibilizar maior largura de TCP e UDP. Essa placa-mãe ainda é compatível com redes wireless do tipo 802.11ac e Bluetooth 4.2. Ela já vem com antena externa, a qual tem um formato diferenciado e que melhora a recepção do sinal WiFi.

Testes de desempenho

A ASUS ROG STRIX X299E-Gaming é a primeira placa que testamos com o novo chipset da Intel, o que dificulta um pouco comparativos com placas similares. Além disso, até o momento da publicação desta review, nós não tivemos a oportunidade de experimentar as novas unidades de processamento e as respectivas placas compatíveis com a plataforma AMD Threadripper.

Assim, nas imagens, nós mostramos o ganho do uso de uma CPU Intel Core i9 e dessa placa ASUS em relação a outros modelos que usam processadores mais simples. Quando tivermos acesso aos novos processadores da AMD, vamos atualizar os gráficos.

Máquina utilizada nos testes

Sistema: Windows 10 Pro
CPU: Intel Core i9-7900X
Memória: 16 GB RAM Corsair DDR4 2.133 MHz
Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1080Ti
SSD 1: Intel 540 Series de 480 GB
SSD 2: WD Blue de 1 TB
Fonte: Corsair 1500i

PCMark

O PCMark é focado em testes mistos, que simulam desde o uso mais tradicional de um computador, como navegação na internet, até a reprodução de filmes e outras tarefas. Nós utilizamos a verificação Creative Conventional e Home para averiguar a performance da máquina.

CrystalDiskMark

O CrystalDiskMark é perfeito para conferir o trabalho de comunicação realizado entre um dispositivo de armazenamento, a placa-mãe e os demais componentes. O programa faz testes de leitura e escrita, o que ajuda a ter uma ideia da capacidade da placa-mãe em trabalhar com HDs e SSDs.

Cinebench

O Cinebench é um teste de benchmark que verifica as capacidades do computador na renderização de gráficos tridimensionais (usando a tecnologia OpenGL), bem como o poder de processamento do chip principal da máquina.

RealBench

Este benchmark da ASUS efetua uma série de testes práticos, simulando como a máquina se comporta no dia a dia. O RealBench analisa o poder do computador na hora de editar imagens, codificar vídeos, trabalhar com OpenCL e executar de múltiplas tarefas. O resultado geral indica a capacidade da máquina em pontos.

Jogos

Ghost Recon Wildlands

Rise of the Tomb Raider

Vale a pena?

A ASUS ROG STRIX X299-E Gaming é uma ótima placa-mãe que já adota o novo chipset da Intel e oferece o que há de mais recente em tecnologia para o jogador. Com várias novidades que visam incrementar a experiência durante os games, essa placa se saiu muito bem em nossa análise, motivo pelo qual a recomendamos sem sombra de dúvidas!

O design é muito chamativo e a utilização de componentes sólidos preparados para situações de extremo consumo e desempenho fazem desta uma excelente placa-mãe para a série Extreme da Intel, principalmente quando se trata do Intel Core i9, que consome muitos recursos e usa muita energia.

Em nossas pesquisas, encontramos a ASUS ROG STRIX X299-E Gaming por valores que variam de 1,7 mil a 2 mil reais. O preço é um tanto elevado obviamente, mas está alinhado com os valores praticados pelas concorrentes. Além disso, é preciso considerar que estamos tratando de uma placa para entusiastas, então o valor alto já era esperado.

Se você pretende montar um setup de performance extrema, certamente esta é uma placa que pode estar entre suas opções. Ela não é a mais robusta do segmento, mas atende as principais necessidades nos jogos e garante ótima funcionalidade mesmo em situações de alto consumo e overclocking. Gostamos dos resultados nos benchmarks e recomendamos a placa!

Cupons de desconto TecMundo: