A Fairphone, empresa que lançou o primeiro celular com a preocupação em não explorar seus trabalhadores na manufatura, anunciou o encerramento do suporte para a primeira geração de smartphones desenvolvida pela marca.

Isso significa que o modelo do Fairphone 1 deixará de receber componentes de reparo e atualizações do software do Android 4.4. O motivo seria que a empresa europeia está sem dinheiro para continuar produzindo peças de reposição

Segundo uma postagem no blog da companhia, Bas van Abel, CEO da Fairphone, disse que a maioria das peças sobressalentes originais do Fairphone 1 já foram retiradas pelos fornecedores, devido ao rápido avanço da indústria.

“Simplesmente chegamos ao ponto em que não é possível continuar o suporte do nosso primeiro telefone [...]. No entanto, depois de explorar cada opção em nossos meios financeiros, as encomendas mínimas necessárias para produzir novos lotes de peças sobressalentes estão além do que podemos pagar”, completa.

Os smartphones da empresa têm o diferencial de permitir que os próprios clientes substituam partes individuais do aparelho facilmente, usando peças que funcionam como módulos de câmera e baterias.

Van Abel disse que a empresa está trabalhando para “gerar mais capital de giro” para, no futuro, poder comprar peças de reposição antecipadas e continuar a disponibilizá-las aos clientes nos próximos anos.

Cupons de desconto TecMundo: