Apesar de seu grande potencial e de as fabricantes terem injetado uma grana violenta para fazer o recurso dar certo, a tecnologia 3D das TVs foi considerada um fracasso retumbante e começa a desaparecer de boa parte dos modelos recentes de televisores. Um projeto desenvolvido pelo MIT, no entanto, pode dar um respeito à função, fazendo com que você possa assistir a conteúdo no formato sem precisar recorrer aos incômodos óculos 3D.

O sistema, chamado de Home3D, já tinha sido apresentado pelos mesmos pesquisadores há cerca de um ano, propondo uma experiência mais imersiva para as telas de cinema. Agora, no entanto, a equipe está trabalhando para transportar a funcionalidade para dentro da sua casa, permitindo que os televisores também possam converter o 3D estereoscópico tradicional em uma versão “multiview”.

A ideia é que equipamentos com suporte ao formato possam exibir simultaneamente três ou mais imagens da mesma cena para dispensar óculos e tornar filmes e animações mais realistas em sua disposição tridimensional. Segundo os idealizadores do projeto, a tecnologia é superior à tradicional por usar duas técnicas diferentes de conversão de imagens para formar o material final e renderizado.

Por falar em renderização, um dos únicos limitantes para que o recurso vá parar na linha de produção das fabricantes do setor é o fato de, por enquanto, a conversão em tempo real só ser habilitada em aparelhos que tenham uma GPU – como PCs e video games. Eventualmente, no entanto, o time acredita que os chips convencionais de Smart TVs e de gadgets como o Chromecast devem dar conta de realizar a mesma tarefa sem problemas. E aí, será que estamos diante da salvação do 3D para o entretenimento pessoal?

Cupons de desconto TecMundo: