Hoje em dia, quase tudo é smart, automatizado ou conectado. A ideia é que acrescentar esses recursos a objetos rotineiros do dia a dia torne seu uso ainda mais simplificado e eficiente. Apesar de não estar online ou ter uma plataforma inteligente por trás, o aquário tecnológico EcoQube C mostra por que esses conceitos são tão importantes.

Ok, em um primeiro momento pode realmente parecer bobeira querer “reinventar” a estrutura de um aquário só para descolar uma grana em sua campanha no Kickstarter. Porém, ao mesmo tempo que esses brinquedinhos são lindos e dão vida a qualquer ambiente, eles dão um trabalho descomunal na forma de sessões de limpeza e manutenção. Sendo assim, nada melhor do que ter uma versão autossustentável do produto não é? Esse é exatamente o objetivo do EcoQube C.

Como dá para conferir no vídeo acima, o projeto livra você de trocar água, limpar musgos e recolher o corpo inerte do seu peixe que viveu por meses nadando em água podre ao automatizar esse processo quase que completamente. Para fazer a “magia” acontecer, os criadores do projeto dizem ter se baseado na própria forma como a natureza limpa as águas dos rios e oceanos: através das plantas.

O aquário usa mudas de manjericão e hortelã para manter tudo em ordem, com a dupla aproveitando os dejetos deixados pelos animais aquáticos e a luminária acima delas para crescer e filtrar ainda mais a água contida no cubo. Infelizmente, o EcoQube C não está disponível no Brasil, mas ele pode ser comprado lá fora por cerca de US$ 170 (R$ 561). E aí, o seu tempo – e os seus peixinhos – valem o investimento?

Cupons de desconto TecMundo: