(Fonte da imagem: Reprodução/TheVerge)

Se você acompanhou o lançamento do novo smartphone “regular” da Apple, o iPhone 5S, sabe que o dispositivo conta com um novo processador, chamado apenas de A7. Desde o momento em que os rumores começaram a especular sobre o componente, afirma-se que ele forneceria mais velocidade e qualidade de imagem aos clientes da Maçã.

No evento desta terça-feira (10), a Apple anunciou que o seu novo processador é realmente mais veloz e eficiente do que os seus antecessores. Para que você tenha uma ideia melhor do avanço, podemos dizer que o A7 é duas vezes mais rápido do que o seu antecessor, resultando em funcionamento mais fluído do smartphone.

Para que isso fosse possível, o pessoal da Maçã construiu um chip de arquitetura de 64-bit, permitindo um alto poder de processamento de dados. Realizando uma comparação que alguns podem achar forçada demais, o A7 consegue ser 42 vezes mais rápido do que o processador original da Apple, assim como 56 vezes mais veloz na renderização de gráficos.

Abrindo algumas portas

Além de tudo isso, o novo componente também trabalha com a tecnologia de co-processador de movimento conhecida como M7. Com isso, o iPhone 5S consegue ser mais sensível a movimentos, de forma que os desenvolvedores podem criar novos aplicativos para atividades físicas ou games com comandos diferentes, por exemplo.

As possibilidades também abrangem aplicativos mais complexos, já que eles podem utilizar toda a capacidade de um processador 64-bit, fazendo com que o smartphone da Maçã consiga realizar atividades que hoje em dia são consideradas muito pesadas. Infelizmente, ainda não há maiores informações sobre a quantidade de núcleos do componente ou sobre a sua frequência.

Cupons de desconto TecMundo: