(Fonte da imagem: Divulgação/ARM)

A ARM anunciou nesta terça-feira (30) o lançamento dos chips da série Cortex-A50, que poderão ser usados na fabricação de smartphones, tablets e até mesmo servidores em um futuro próximo. Segundo a empresa, as novidades vão permitir que até 2014 sejam lançados aparelhos portáteis até três vezes mais poderosos que os atuais sem que isso represente um aumento no consumo de energia.

Os novos produtos da companhia incluem o Cortex-A57 e o Cortex-A53, que promete oferecer o mesmo poder dos smartphones atuais usando somente 25% da eletricidade da qual eles necessitam. Os chips usam a arquitetura ARMv8 de 64-bits, apresentando compatibilidade com todos os aplicativos desenvolvidos para os produtos de 32-bits fornecidos pela organização.

Parcerias

Assim como acontece com o Cortex-A15 e o Cortex A-17, os novos chips poderão operar em uma configuração conhecida como “big.LITTLE”. Nela, o processador mais fraco é responsável por lidar com tarefas cotidianas, enquanto o mais poderoso entra em cena quando é preciso realizar tarefas que exigem mais esforço.

(Fonte da imagem: Divulgação/ARM)

Como a ARM simplesmente faz o design dos chips, sem fabricá-los por si própria, ainda deve demorar um tempo razoável para o A53 e o A57 serem vistos. Entre as empresas que já demonstraram interesse na novidade estão a AMD e a Samsung, que terão a responsabilidade dar os toques finais na novidade para só então iniciar seu processo de produção em massa.

Fonte: ARM (1, 2, 3)

Cupons de desconto TecMundo: