Aparelho com que o Medfield foi apresentado. (Fonte da imagem: Technology Review)

Em meados deste ano, a Intel já preparava processadores específicos para equipamentos portáteis, como smartphones e tablets. Na semana passada, a empresa fez uma demonstração do chip Medfield, que adota a arquitetura x86 em vez da tradicional ARM.

Os testes iniciais feitos em um dispositivo com Android 2.3 (Gigerbread) foram positivos, pois a CPU foi capaz de oferecer navegação acelerada, melhor desempenho gráfico e consumo de energia mais baixo do que os três melhores aparelhos comercializados atualmente.

Ontem, o site VR-Zone teve acesso aos resultados de benchmarkings realizados com o novo processador da Intel. Ao rodar a 1,6 GHz em um tablet com tela de 10,1 polegadas, 1 GB de memória RAM e sistema operacional Honeycomb (Android 3.0), o Medfield apresentou um melhor desempenho que os ovacionados Tegra 2 e Snapdragon MSM8260.

Por exemplo, enquanto os seus concorrentes alcançaram as marcas 7.500 e 8.000 no benchmarking Caffeinemark 3, respectivamente, o Medfield obteve 10.500 pontos. O consumo de energia ainda foi um pouco alto: 2,6 W em repouso e 3,6 W ao executar um vídeo. Contudo, é válido ressaltar que os testes foram feitos em um protótipo, ou seja, o seu desempenho ainda deve ser aperfeiçoado nesse sentido.

A expectativa de entusiastas é que a Intel lance oficialmente o seu mais novo processador para portáteis durante a CES 2012 – evento que terá cobertura do Tecmundo.

Cupons de desconto TecMundo: