Die da CPU Bulldozer (Fonte da imagem: Divulgação AMD)

A AMD informou nesse fim de semana que errou ao descrever a quantidade de transistores dos processadores Bulldozer. A declaração foi feita ao site ExtremeTech, que relatou em uma notícia que os modelos de oito núcleos têm apenas 1,2 bilhão de componentes, reduzindo 800 milhões de peças da especificação original.

Tal correção leva a crer que cada núcleo tem 60 milhões de transístores — em vez de 91 milhões propostos originalmente. Essa mudança não afeta em nada o desempenho dos processadores, mas resulta em algumas dúvidas e respostas. Rumores indicam que a AMD alterou as informações para justificar o "baixo" desempenho das CPUs da série FX, as quais não superaram as concorrentes.

O site ExtremeTech afirma ter entrado em contato com a AMD solicitando respostas. A empresa respondeu apenas que esse comunicado foi para corrigir a informação errônea. Com a mudança na quantidade de transistores, tudo leva a crer que o problema dos Bulldozer está nas latências das memórias cache.

Cupons de desconto TecMundo: